Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Objetivo é o orientar os colaboradores de uma empresa sobre a prevenção da proliferação do Aedes aegypti

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenação de Controle de Endemias, promove, nesta quarta-feira (17), das 12 às 13h30, uma exposição de endemias em uma empresa localizada na região oeste, na Avenida Tiradentes, 4.455. O objetivo é o orientar os colaboradores sobre a prevenção da proliferação do Aedes aegypti e a maneira correta de armazenar os lixos, evitando possíveis doenças.

Segundo a educadora em Endemias da SMS, Lucimara Vasconcelos, aproximadamente 100 colaboradores terão a oportunidade de conhecer o larvário, que expõe o ciclo do Aedes, com o ovo, a larva, a pupa e o mosquito adulto, além da maquete, que demonstra o quintal certo e o errado, no que diz respeito a prevenção da proliferação do mosquito.

Também será levado o mostruário do bicho barbeiro, causador da doença de chagas, o caramujo africano, que pode ocasionar doenças como meningite, o caramujo da esquistossomose e o escorpião. Serão passadas ainda informações sobre a leishmaniose e os agentes de endemias também levarão materiais lúdicos, que simbolizam alguns criadouros do mosquito, como tampinhas, garrafas e sacos plásticos.

A iniciativa integra as ações educativas do setor de Endemias, que objetivam informar e conscientizar a população sobre a prevenção às doenças provocadas pelo Aedes aegypti, entre elas a dengue, além de outras endemias. Para se prevenir, a comunidade necessita verificar, pelo menos uma vez por semana, os locais que podem acumular água, podendo se tornar possíveis criadouros do Aedes, como bebedouros de animais, vasos de plantas, diversos tipos de recipientes, ralos de banheiros, entre outros.  A Secretaria de Saúde disponibiliza um checklist dos pontos que merecem atenção, no link https://goo.gl/Rozyn9.

Empresas, unidades escolares e outras instituições que queiram levar as atividades educativas realizadas pela Coordenação de Endemias para seus estabelecimentos, podem entrar em contato por meio do 0800-400-1893, das 8 às 17 horas, ou pelo e-maileducaendemias@saude.londrina.pr.gov.br. O mesmo telefone do Disque Dengue também recebe dúvidas e denúncias de possíveis focos do mosquito.

Dayane Albuquerque/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios