Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atividade será realizada neste sábado (28), na região oeste; divulgados os novos números da dengue

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Controle de Endemias, vai promover uma exposição do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças, no evento “Tarobá no seu Bairro”. Será neste sábado (28), das 9 às 13 horas, na Rua Serra do Mel, Praça Serra das Laranjeiras, no Jardim Bandeirantes, região oeste.

Será levado o larvário, que contém o ciclo do mosquito, com o ovo, a larva, a pupa e o mosquito adulto. A população poderá ter acesso também ao mostruário do bicho barbeiro, causador da doença de chagas, o caramujo africano, que pode ocasionar doenças como meningite, o caramujo da esquistossomose e o escorpião, além de receber informações sobre a leishmaniose.

Além disso, segundo a educadora em Endemias, Lucimara Vasconcelos, serão entregues panfletos para a população, com orientações de prevenção, sobre o ciclo do Aedes, as doenças provocadas por ele e os tipos de criadouros.  “Também vamos orientar a comunidade quanto a maneira correta de armazenar o lixo, para que ele não se torne criadouro para o mosquito, pois o armazenamento incorreto do lixo pode provocar a proliferação do Aedes e de outras pragas urbanas”, apontou.

LIRAa

Nesta quinta-feira (26), a Secretaria Municipal de Saúde irá divulgar o resultado do 3º Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) realizado em 2018. Os dados serão mostrados durante a reunião do Comitê Municipal de Mobilização contra o Aedes aegypti, que acontecerá das 9 às 12 horas, no auditório do Hospital do Câncer de Londrina, localizado na Rua Lucilla Ballalai, 212, no Jardim Petrópolis. Com base nos dados apurados no levantamento, a Secretaria Municipal de Saúde vai adotar as próximas estratégias de combate ao mosquito.

Números da dengue

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou, nesta quarta-feira (25), o boletim semanal com os dados sobre a dengue em Londrina. Do início do ano até o momento, foram registradas 1.768 notificações relacionadas à doença. Deste total, 16 casos foram confirmados, 1.579 descartados e outros 172 estão em andamento, aguardando o resultado de exames laboratoriais.

Dayane Albuquerque/NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios