Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Profissionais que participarem da formação deverão repassar às mães a técnica de massagem relaxante para bebês

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Diretoria de Atenção Primária à Saúde, realiza, na sexta-feira (16), das 7h30 às 13h30, oficina de Formação Básica em Shantala. A atividade é voltada aos servidores que realizam a puericultura compartilhada, ou seja, atuam no acompanhamento do desenvolvimento infantil, e os que atendem crianças nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

O curso será realizado na Faculdade Pitágoras, localizada na Rua Edwy Taques Araújo, 1.100, Gleba Fazenda Palhano. As inscrições podem ser feitas na página da Escola de Governo, no Portal da Prefeitura, link escoladegoverno.londrina.pr.gov.br. A chave de inscrição é SHANTALA-2019 e ao todo foram disponibilizadas cem vagas.

O curso tem como objetivo disseminar conhecimento técnico e prático sobre a Shantala, técnica de massagem de origem indiana que ajuda no relaxamento do bebê, oferece o alívio de cólicas e fortalece o vínculo entre mãe e filho. Segundo a coordenadora de Práticas Integrativas da SMS, Jucelei Boaretto, a intenção é que os profissionais estejam habilitados para repassarem a técnica para as mães. “Algumas UBSs já desenvolvem o trabalho de puericultura compartilhada em Londrina, e queremos ampliar isso na rede municipal de saúde”, contou.

A ação contempla a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), instituída em 2006 e ampliada em 2018, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E a formação básica também é um dos trabalhos desenvolvidos dentro da campanha Agosto Dourado, mês do Aleitamento Materno, por ser uma estratégia de fortalecimento de vínculo. “A shantala é uma das práticas integrativas e complementares reconhecidas pelo Mistério da Saúde (SM), e que está dentro da oferta que podemos ter na Atenção Básica ou Secundária e Terciária. O curso é uma aproximação das equipes com as mães, para que elas se sintam mais empoderadas nos cuidados com seus bebês”, explicou Jucelei.

Dentro do Agosto Dourado, em Londrina estão sendo intensificadas ações intersetoriais de conscientização e esclarecimento sobre a importância do aleitamento materno, como realização de palestras e eventos; divulgação nas diversas mídias; reuniões com a comunidade e/ou ações de divulgação em espaços públicos. Na Secretaria Municipal de Saúde, o Aleitamento Materno é um dos eixos prioritários do Projeto Londrina Mais Saudável, desenvolvido pela Diretoria de Atenção à Saúde.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios