Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto “Conexão e Aprendizagem” terá aulas sobre informática, finanças pessoais, direitos da mulher, dicas de marketing, saúde, formalização de MEI, entre outros assuntos

Por meio de parceria entre a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) e a instituição de ensino Unicesumar Londrina, um novo projeto foi lançado para ofertar videoaulas gratuitas nas redes sociais, abordando diferentes temas. A iniciativa, chamada Conexão e Aprendizagem, surge como uma alternativa para dar continuidade às ações formativas e de capacitação desenvolvidas pelo Centro de Oficinas para Mulheres (COM), que precisou suspender seus atendimentos presenciais em razão das medidas de segurança referentes à pandemia do coronavírus.

Docentes da Unicesumar irão compartilhar seus conhecimentos ministrando cursos gravados que serão publicados em formato de vídeo nos canais da SMPM, pelas páginas do Instagram (@sec.mulherlondrina) e  do Facebook. Os materiais começaram a ser disponibilizados ontem (26), e as publicações serão feitas todas as terças e quintas. As aulas serão focadas nos eixos Negócios e Tecnologia, Família e Educação, e Saúde e Qualidade de Vida. Serão tratados assuntos como informática básica, segurança da informação, comportamento do consumidor, dicas de marketing e vendas, finanças pessoais e orçamento familiar, formação de preço de venda, formalização de MEI, direitos da mulher e informação em saúde.

Ontem (26), foi publicado o primeiro vídeo da aula com o tema Informática Básica, conduzido pela professora Juliana Silva, do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS). O curso terá quatro vídeos e informará os participantes sobre como realizar reuniões a distância utilizando o computador, uso e dicas sobre redes sociais, compartilhamento de conteúdos e materiais na web, entre outros aspectos.

Ainda nesta semana, sem data definida, também será realizada uma transmissão ao vivo sobre a importância das redes sociais como ferramentas de disseminação de informações para as mulheres neste período de pandemia. Participam o diretor-geral da Unicesumar Londrina, Carlos Henrique Vici, e a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes.

Liange frisou que o ambiente virtual possibilita que a comunicação e interação com o público continuem ocorrendo mesmo em um contexto de isolamento social. “As ferramentas da internet e as redes sociais estão sendo muito importantes para que as pessoas continuem tendo acesso a conhecimento. Este novo projeto permite a continuidade de uma política pública, fazendo com que as mulheres que já frequentam as palestras e oficinas do COM, e o público de forma geral, tenham disponíveis aulas gratuitas para aprender sobre vários assuntos. O objetivo da SMPM é estar próximo da comunidade e essas ações, em um momento de incertezas e dificuldades, ajudam a fortalecer este vínculo”, afirmou.

Ainda de acordo com a secretária, a iniciativa também estreita a parceria existente com a Unicesumar, que já atua em outros projetos junto com a Prefeitura de Londrina. “Com a experiência e conhecimento dos docentes, podemos manter atividades de capacitação para o público e ainda diversificar a gama de temas e assuntos tratados. A Unicesumar é uma grande parceira e sempre se mostrou muito sensível às causas da nossa secretaria. Convido todo mundo para participar dos cursos e assistir às aulas, serão momentos muito proveitosos”, enfatizou.

Já a diretora de Articulação de Política Pública da SMPM, Carla Ramos, disse que o projeto será desenvolvido, inicialmente, sem prazo para encerrar e que há a intenção de que as ações continuem mesmo após a retomada de atividades presenciais. “As aulas físicas e também pela internet podem se complementar e ajudam a ampliar o acesso do público aos serviços disponíveis. Independente do formato trabalhado, esperamos que o projeto possa seguir e proporcionar cursos de qualidade às mulheres”, disse.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios