Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Aditivo no contrato, de 25%, permitirá realizar mais 2 mil procedimentos de esterilização em cães e gatos por ano

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, autorizou a liberação de mais recursos para o Programa Municipal de Controle Populacional de Cães e Gatos (Castramóvel). Será feito um aditivo de 25% no contrato atual de R$ 1 milhão, que resultará em mais R$ 250 mil por ano, recurso destinado ao pagamento de esterilização de cães e gatos, machos e fêmeas, além de microchipagem, realizado por clínica contratada.

Segundo o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, o recurso a mais permitirá realizar mais 2 mil procedimentos de esterilização por ano. “Fizemos esta liberação de recursos a pedido do prefeito Marcelo Belinati, pois existe uma demanda grande por esse serviço, implantando na atual administração e mantido com recursos próprios. O serviço do Castramóvel é muito importante para diminuir a quantidade de animais de ruas, que também é uma questão de saúde pública e uma política que queremos sempre aprimorar”, apontou.

Em um ano de implantação do Castramóvel, a Prefeitura de Londrina conseguiu realizar 8 mil castrações. Por isso, com o aditivo no contrato, a meta do município é fazer 10 mil procedimentos em um período de 12 meses. Atualmente, em um ano e três meses de execução do serviço, implementado em março de 2020, já foram realizados 10 mil procedimentos.

Ontem (8), o secretário Marcelo Canhada e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, foram visitar o Castramóvel para fazer uma vistoria e acompanhar os trabalhos. “Estamos muito felizes por investir ainda mais no Castramóvel, o que nos permitirá avançar com este serviço que é uma referência para o Município e chega em todas as regiões da cidade, com foco no controle de natalidade da população animal”, enfatizou o secretário de Saúde.

O gerente de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, Lyonel Martinez, contou que, atualmente, são realizados entre 40 e 50 agendamentos e procedimentos médico-veterinários por dia. Segundo ele, cerca de cerca de 50% dos procedimentos realizados até agora foram de animais resgatados e cuidados pelas ONGs e pelos protetores individuais.

Sobre o Castramóvel

Os beneficiários diretos e indiretos do programa são as famílias em situação de vulnerabilidade social, com renda de até três salários mínimos; os protetores voluntários de animais e Organizações Não Governamentais (ONGs). O serviço é gratuito e até a medicação do pós-operatório é fornecida sem nenhum custo. O procedimento de esterilização é realizado por dois veterinários e dois auxiliares em um trailer personalizado que inclui a estrutura física para a realização dos procedimentos.

Para se cadastrar no programa, é necessário enviar uma mensagem para o número de WhatsApp (43) 99997-9755. Em seguida, é enviado um link para que o interessado faça o cadastro, que passará pela avaliação da equipe técnica do Castramóvel.  Após a aprovação do cadastro, os profissionais entram em contato com o beneficiário, para fazer o agendamento do dia e horário do procedimento. É preciso ter em mãos um documento pessoal, assim como comprovantes de endereço e de renda.

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.