Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Aditivo no contrato, de 25%, permitirá realizar mais 2 mil procedimentos de esterilização em cães e gatos por ano

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, autorizou a liberação de mais recursos para o Programa Municipal de Controle Populacional de Cães e Gatos (Castramóvel). Será feito um aditivo de 25% no contrato atual de R$ 1 milhão, que resultará em mais R$ 250 mil por ano, recurso destinado ao pagamento de esterilização de cães e gatos, machos e fêmeas, além de microchipagem, realizado por clínica contratada.

Segundo o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, o recurso a mais permitirá realizar mais 2 mil procedimentos de esterilização por ano. “Fizemos esta liberação de recursos a pedido do prefeito Marcelo Belinati, pois existe uma demanda grande por esse serviço, implantando na atual administração e mantido com recursos próprios. O serviço do Castramóvel é muito importante para diminuir a quantidade de animais de ruas, que também é uma questão de saúde pública e uma política que queremos sempre aprimorar”, apontou.

Em um ano de implantação do Castramóvel, a Prefeitura de Londrina conseguiu realizar 8 mil castrações. Por isso, com o aditivo no contrato, a meta do município é fazer 10 mil procedimentos em um período de 12 meses. Atualmente, em um ano e três meses de execução do serviço, implementado em março de 2020, já foram realizados 10 mil procedimentos.

Ontem (8), o secretário Marcelo Canhada e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, foram visitar o Castramóvel para fazer uma vistoria e acompanhar os trabalhos. “Estamos muito felizes por investir ainda mais no Castramóvel, o que nos permitirá avançar com este serviço que é uma referência para o Município e chega em todas as regiões da cidade, com foco no controle de natalidade da população animal”, enfatizou o secretário de Saúde.

O gerente de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, Lyonel Martinez, contou que, atualmente, são realizados entre 40 e 50 agendamentos e procedimentos médico-veterinários por dia. Segundo ele, cerca de cerca de 50% dos procedimentos realizados até agora foram de animais resgatados e cuidados pelas ONGs e pelos protetores individuais.

Sobre o Castramóvel

Os beneficiários diretos e indiretos do programa são as famílias em situação de vulnerabilidade social, com renda de até três salários mínimos; os protetores voluntários de animais e Organizações Não Governamentais (ONGs). O serviço é gratuito e até a medicação do pós-operatório é fornecida sem nenhum custo. O procedimento de esterilização é realizado por dois veterinários e dois auxiliares em um trailer personalizado que inclui a estrutura física para a realização dos procedimentos.

Para se cadastrar no programa, é necessário enviar uma mensagem para o número de WhatsApp (43) 99997-9755. Em seguida, é enviado um link para que o interessado faça o cadastro, que passará pela avaliação da equipe técnica do Castramóvel.  Após a aprovação do cadastro, os profissionais entram em contato com o beneficiário, para fazer o agendamento do dia e horário do procedimento. É preciso ter em mãos um documento pessoal, assim como comprovantes de endereço e de renda.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios