Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dinheiro será utilizado para a manutenção e compra de combustível para os maquinários que fazem as melhorias das estradas rurais de Londrina

Para fortalecer os trabalhos que vêm sendo executados na zona rural de Londrina, na segunda-feira (23), o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Planejamento (SMPOT), Marcelo Canhada, e o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), Regis Choucino, anunciaram a suplementação orçamentária na ordem de R$ 1.000.000,00 para a SMAA. Com isso, o orçamento chega a R$ 12.850.000,00. 

O aumento no orçamento foi autorizado pelo prefeito Marcelo Belinati e o decreto municipal prevendo esse repasse deverá ser assinado nos próximos dias.

A suplementação orçamentária é uma autorização para a realização de despesas não computadas na Lei Orçamentária Anual (LOA). “Esse ano, além do orçamento aprovado na Câmara Municipal, estamos fazendo a suplementação orçamentária de R$ 1 milhão para a SMAA. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento se preparou para apresentar um serviço de excelência, no sentido de fazer a manutenção e a recuperação das estradas rurais e esse é o reconhecimento da importância da zona rural para a cidade Londrina e da SMAA”, disse o secretário de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada.

Conforme o secretário de Agricultura e Abastecimento, Régis Choucino, a intenção é utilizar o dinheiro para dar continuidade aos trabalhos que já vêm sendo realizados nas estradas rurais. “Essa suplementação é muito importante para a zona rural e quem ganha são os produtores rurais e as pessoas que trafegam pelas rodovias dos distritos. Vamos aplicar os recursos nas estradas rurais, para a manutenção e combustível dos equipamentos. A intenção é acelerar nossos trabalhos e superarmos o que foi feito no ano anterior”, explicou Choucino.

A suplementação orçamentária vem para fortalecer os serviços feitos pelo Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Regional Bacia do Cafezal (Cidrebac). Ao todo, são 64 quilômetros de estradas rurais, que interligam o Distrito de Lerroville, Guairacá e Paiquerê.

Uma das estradas que está sendo readequada é a Brigada 4, localizada na abrangência do assentamento Eli Vive I, próximo ao distrito de Paiquerê. Juntas, as vias rurais que integram a Brigada 4 formam aproximadamente 13 quilômetros de extensão, por onde passam caminhões escoando a safra, e ônibus e carros de passeio.

Além desta estrada, está sendo feita a recuperação de 25 quilômetros da estrada de Guaravera e uma equipe trabalha na estrada do Limoeiro, onde fica a Estação de Tratamento de Esgoto da Sanepar, na zona Leste de Londrina. Nestas duas últimas está sendo feito o moledamento, que consiste na aplicação de cascalho no solo. Isso proporciona estradas mais sólidas e resistentes às chuvas, permitindo o tráfego normal de veículos, além de facilitar o escoamento da safra.

Outra via que recebe atenção da SMAA é a Estrada da Água Aboboras, na zona norte de Londrina, próxima ao Conjunto Habitacional Cinco Conjuntos. Ali, estão sendo utilizados os materiais resultantes da segregação e reciclagem de Resíduos da Construção Civil (RCC), como fresa de asfalto repassadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O RCC é um produto ecologicamente correto, esparramado com maquinário pesado, como moto-niveladora, prensado com rolo compactador.

Ao todo, o Município de Londrina conta com 900 quilômetros de estradas rurais. Em um curto prazo, a intenção da SMAA é fazer a manutenção de todas as estradas rurais, mas especialmente naquelas que mais precisam. Fazem parte do Cidrebac, os Municípios de Londrina, Arapongas, Cambé e Rolândia. Graças a ele, em março de 2019, os quatro municípios conseguiram adquirir dois caminhões basculantes, um caminhão comboio, uma pá carregadeira, um rolo compactador, uma escavadeira hidráulica e um trator de esteira, para serem utilizados nas melhorias das estradas. Na época, o investimento foi de R$ 2.185.000,00 em parceria com o Programa Patrulha Rural, do Governo do Estado. Esses maquinários são utilizados atualmente pelo Cibrebac.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.