Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Recurso permitirá a compra de equipamentos e materiais, aprimorando o atendimento aos idosos que residem nestes serviços de acolhimento

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal do Idoso (SMI), conta com um novo investimento, no valor de R$ 200 mil, para realizar melhorias em benefício às Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) conveniadas com o Município. O recurso é proveniente de emenda parlamentar viabilizada pelo deputado federal Boca Aberta.

O repasse foi oficializado em reunião realizada na quarta-feira (18), com a presença da diretora de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da SMI, Ana Karina Anduchuka Barbosa, representando a secretária municipal do Idoso, Andrea Ramondini, que está em viagem de trabalho.

O montante de R$ 200 mil será aplicado com o objetivo de aprimorar o atendimento aos idosos que residem no serviço de acolhimento institucional na modalidade de longa permanência. Para isso, nos próximos dias será aberto um edital de Chamamento Público voltado às quatro ILPIs que possuem vínculo com a Prefeitura de Londrina.

Este recurso permitirá, em princípio, o custeio de equipamentos diversos, entre mobiliários, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), aparelhos de fisioterapia, utensílios de cozinha, materiais de serviços gerais, entre outros. As instituições poderão apresentar projetos para a captação de recursos de até R$ 50 mil.

Por meio do chamamento, já aprovado pela Procuradoria-Geral do Município, cada instituição poderá apresentar um plano de trabalho, destacando suas principais necessidades. As propostas serão analisadas pela Secretaria do Idoso, que, dentro das possibilidades do investimento, definirá o que será adquirido e repassado aos abrigos. O trabalho de aprovação será desenvolvido por uma comissão de análise e seleção instituídas via Portaria.

Segundo Ana Karina, atualmente existem cerca de 230 idosos atendidos pelas ILPIs conveniadas à Prefeitura. Ela enfatizou que o recurso é muito bem-vindo e chega em um momento importante para melhorar a estrutura de atendimento aos idosos que residem nestes locais. “Os idosos que estão nas instituições de longa permanência são, em grande parte, pessoas vulneráveis, sem família ou com vínculos fragilizados, sem renda, com vivência em situação de rua, que sofreram negligências ou violências. Por isso, o recurso trazido via emenda parlamentar é fundamental para melhorar a organização e estrutura dos espaços, garantindo a continuidade dos serviços com qualidade”, disse.

A diretora ainda lembrou que 2020 e 2021 estão sendo anos difíceis para essas instituições, por conta dos diversos problemas e situações trazidos ou agravados pela pandemia de Covid-19. “Com a crise atual, houve aumento para manter essas casas funcionando de forma apropriada, incluindo custos com materiais, EPIs e outros equipamentos, bem como a readequação dos quartos de isolamento e outros ambientes. Mesmo com as adversidades da pandemia, a Secretaria Municipal do Idoso nunca deixou de trabalhar para melhorar as condições das ILPIs e continuará buscando formas de garantir este suporte”, concluiu.

Acompanharam o deputado federal, o deputado Estadual Boca Aberta Júnior e a vereadora Mara Boca Aberta.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.