Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Objetivo é oferecer um lar amoroso para cães e gatos, que sofrem maus-tratos ou foram abandonados; ação terá início dia 19 de outubro

A Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA), por meio da Gerência de Educação Ambiental e Diretoria de Bem-Estar Animal, estimula a adoção responsável de animais através da campanha  “Adote esta causa: Maus-tratos é crime”, que terá início no dia 19 de outubro. A ação enfatiza que a adoção é um ato de amor que deve ser feito com responsabilidade e consciência.

Devido à pandemia da Covid-19 e com o objetivo de evitar aglomerações,  a campanha não realizará nenhuma ação presencial. Dessa forma, na página da SEMA, os interessados em realizar a adoção poderão encontrar fotos e informações sobre os pets, que estarão disponíveis no formulário (acesse aqui).

Perfil do adotante

Segundo a gerente de Educação Ambiental da SEMA, Lidiani Damiani Isidoro, alguns critérios são levados em conta para a adoção. “Precisa gostar de animais e saber dos cuidados que deverá ter. Ter um ambiente adequado também é importante, um abrigo descente para não ficar o tempo todo no sol, e também, não deixar o animal acorrentado”, apontou.

Para adotar é preciso ser maior de 18 anos e preencher os dados pessoais, além de informar se tem outros animais. Por se tratar de uma adoção responsável, a Diretoria de Bem-Estar Animal (DBEA), após o cadastro, realiza uma entrevista para analisar se o perfil do adotante é adequado para o animal, assim como se o espaço é compatível.

A gerente lembrou ainda que um cão ou gato é um amigo para a vida toda e destacou o objetivo da campanha. “Os animais não são brinquedos descartáveis. O índice de abandono é alto e não queremos um lar provisório para um animal que já foi abandonado uma vez. Assim, o objetivo da campanha é encontrar um lar para os cães e gatos resgatados pela SEMA, que estavam abandonados ou sofrendo maus tratos”, disse.

Apoio

Os animais resgatados ficam sob a guarda da SEMA, em lares de voluntários, até o momento da adoção. Atualmente, cerca de 100 animais buscam um lar. “Para abranger o máximo possível de pessoas interessadas em adotar, estamos buscando o apoio dos meios de comunicação para ajudar na divulgação da campanha. No momento, temos aproximadamente 60 cães e 40 gatos, sendo muito deles mais velhos e sem raça definida”, afirmou Isidoro.

Denuncie

Segundo dados da DBEA, desde que a pandemia da Covid-19 iniciou, as denúncias aumentaram em mais de 10%, desde em relação ao abandono de animais em imóveis (famílias que se mudaram) ao abandono de animais na rua e agressão física. Para denunciar casos de maus-tratos, basta enviar uma mensagem para o WhatsApp da DBEA, através do telefone (43) 9 9994-8677, ou para o telefone 3372-4775, que atende aos chamados realizados de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h.

A lei n°12.992 trata da punição por maus-tratos, abandono, negligência, entre outras infrações contra animais, estabelecendo sanções e penalidades para os infratores, por meio de multas que vão de R$50 a R$100 milhões, além de outras advertências.

NCPML 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios