Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A tarde festiva é dirigida a pessoas com mais de 60 anos, para fortalecer vínculos comunitários e fazer um alerta sobre os riscos da internet

Na próxima segunda-feira (30), das 14 às 16 horas, o Centro de Convivência da Pessoa Idosa (CCI) Leste irá promover uma Tarde Festiva, voltada para integração e lazer do idoso. Haverá sorteio de brindes e uma confraternização com lanches e chá. Qualquer pessoa com 60 anos ou mais poderá participar da atividade e não é necessário fazer inscrição prévia. O CCI Leste fica na Rua Gabriel Matokanovic, 260, Jardim da Luz.

Os idosos também ouvirão uma palestra sobre Fake News (Notícias Falsas), ministrada pelo assistente de comunicação da Unimed Londrina, Bruno Petri, que irá falar como são construídas as notícias falsas, como identificá-las e quais as implicações ao compartilhá-las. O tema já foi abordado anteriormente com os idosos do CCI de Londrina – o evento repercutiu na mídia nacional e será pauta de uma reportagem da TV Brasil, do Governo Federal.

A secretária municipal da pasta, Nádia Oliveira de Moura, explicou que a intenção da iniciativa é que o grupo troque experiências e interaja, a fim de fortalecer os vínculos comunitários. “É um momento para eles passarem uma tarde agradável na companhia dos amigos e dos funcionários e servidores do CCI”, afirmou.

Sobre o tema da palestra, Nádia ressaltou que é fundamental que a população idosa receba este tipo de informação, pois muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o assunto. “Os idosos precisam estar atentos a estas informações, para que tenham mais autonomia e suas decisões possam ser pautadas pela verdade. Certamente isso contribuirá com a caminhada de cada um deles”, apontou.

Sobre os CCIS

Atualmente, Londrina conta com dois centros de convivência, nas regiões leste e oeste, e outro que está em fase avançada de construção na região norte. Cada centro realiza uma média de 1 mil e 500 a 2 mil atendimentos por mês, das 8 às 17 horas. Os CCIs têm como objetivo principal prevenir situações de risco e violação dos direitos da pessoa idosa, além de ampliar a cidadania e a divulgação dos direitos deste público.

Dayane Albuquerque/NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios