Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Unidade foi reestruturada e recebeu pintura, aparelhos de ar condicionado, novas instalações elétrica e hidráulica, entre outras melhorias

A Prefeitura de Londrina entregou para a população, ontem (23), a Unidade Básica de Saúde (UBS) Armando Porto Alegre, que fica no Jardim Ideal, na região leste. O local foi reconstruído e passou por diversas melhorias e readequações, recebendo nova mobília e equipamentos para melhor atender à comunidade.

Durante a cerimônia de reabertura, o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, ressaltou que a obra faz parte de um conjunto de reformas realizadas em diversas unidades da rede municipal de saúde. “Esta UBS, que estava em risco de desabamento, foi totalmente reconstruída e modernizada. É a 28ª unidade que entregamos, entre reformas e ampliações. Todas as unidades reabertas contam com equipamentos novos e modernos, assim como mobiliários ergonômicos planejados para os servidores. Tudo isso contribui para melhorar o serviço oferecido à população londrinense, já que 10 mil pessoas são atendidas diariamente pela rede municipal de saúde”, disse.

Inaugurada em 2005, a UBS do Jardim Ideal nunca havia passado por reformas ou obras de manutenção. Com uma área construída de 300,33m², a estrutura física e os móveis da unidade estavam seriamente comprometidos, especialmente por conta de chuvas e acúmulo de infiltrações.

Dentre as ações executadas ao longo da obra, houve adequações e melhorias no piso externo, calçadas e acessos à UBS. As pinturas interna e externa da unidade foram refeitas e as paredes de todas as salas foram reformadas, assim como ocorreu a substituição de vidros, troca do piso interno, substituição das instalações hidráulicas e elétricas e adequações nos rufos, calhas e telhado.

Para garantir o acesso dos usuários com deficiência, a unidade passou a ter rampas de acesso, banheiros e bebedouros adaptados. Os mobiliários antigos foram substituídos por móveis feitos sob medida e a unidade recebeu novos equipamentos como computadores, aparelhos de ar condicionado, compressor para ala de inalação, cadeira odontológica e outros itens essenciais para realização dos atendimentos médicos, de enfermagem, odontológicos e de outras especialidades.

De acordo com a diretora de Atenção Primária em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Valéria Barbosa, as melhorias beneficiam tanto os usuários quanto os funcionários da UBS. “Essa unidade estava há quinze anos sem manutenção. Era um ambiente bem insalubre, com rachaduras e mofo nas paredes. Com essas melhorias, readequações e equipamentos novos, a gente consegue oferecer um ambiente adequado para a equipe e para a comunidade”, salientou.

Impacto positivo

Para recuperação da UBS do Ideal, a Prefeitura de Londrina investiu R$290.748,59 em recursos públicos. Serão beneficiados com essas medidas todos os moradores dos bairros Ideal, Santa Inês, Parques das Indústrias Leves e Waldemar Hauer, uma população estimada em quatro mil pessoas nessa área de abrangência.

A enfermeira é coordenadora da UBS Ideal, Fabiane Suzuki, destacou o impacto positivo da reforma para a população local. “A unidade estava fechada há mais de um ano e os pacientes tinham que se deslocar para a UBS da Vila Casoni para atendimento. Essa reinauguração vai facilitar o acesso da comunidade aos serviços de saúde e melhorar as condições de atendimento. A unidade está muito bonita, melhor equipada e os funcionários estão muito satisfeitos”, afirmou.

Já a pensionista Elisabeth Volpi, 69, moradora do Jardim Ideal e usuária da unidade, elogiou os trabalhos realizados no local. “A reforma ficou excelente e o posto ficou muito bonito, com as salas todas arrumadas. Além disso, os funcionários que trabalham aqui são todos bem prestativos”, disse.

Conjunto de obras

O entorno da UBS também recebeu melhorias, com a instalação, pela Sercomtel Iluminação, de oito luminárias em LED na praça que fica próxima à UBS; 19 pontos de iluminação nas ruas das imediações; seis refletores LED na parte externa do posto de saúde e outros seis pontos ornamentais, todos proporcionando mais segurança aos condutores e pedestres. A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) executou a sinalização viária e revitalização da praça. O local recebeu a colocação de novos bancos, mesas e lixeiras, assim como a reforma da quadra. Também houve conserto de calçadas e pintura de mobiliários e meio-fio.

A iniciativa integra o programa de Reestruturação da Saúde da Prefeitura de Londrina, em execução desde 2017. Esta é a 28ª unidade de saúde entregue desde então, após passar por reforma, ampliação ou construção. Ao todo, já foram contempladas as Unidades Básicas de Saúde do Panissa, Pind, CSU, Vila Casoni, Ernani Moura Lima, Carnascialli, Jardim do Sol, Alvorada, Selva, Warta, Maria Cecília, Paiquerê, Piza, João Paz, Eldorado, Campos Verdes, Santiago, Patrimônio Três Bocas, Patrimônio Regina, Santa Rita, Jamile Dequech, Maravilha. O Programa incluiu também o CAPS Infantil, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), a Farmácia Municipal, Policlínica Municipal, e o Pronto Atendimento Infantil (PAI).

Estão em andamento as obras do Laboratório Municipal de Análises Clínicas (CENTROLAB), Maternidade Lucilla Ballalai, Pronto Atendimento do Jardim Leonor, nova sede do SAMU, e das Unidades Básicas de Lerrovile, Vila Brasil, Marabá, Vivi Xavier, Cabo Frio, São Luiz, mais a construção da UBS da Vila Fraternidade.

Juliana Gonçalves e Ulisses Sawcuk/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios