Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os 19 estudantes eleitos, além de seus respectivos suplentes, aprenderão técnicas de oratória e terão palestras sobre o funcionamento da Câmara

Os estudantes que ao longo de 2020 exercerão seus "mandatos" na 3ª Legislatura da Câmara Mirim iniciaram na tarde de ontem (27) o treinamento oferecido pelo programa de formação política da Câmara Municipal de Londrina (CML). Durante toda a semana, eles aprenderão técnicas de oratória e terão palestras sobre funções dos Poderes, funcionamento da CML e processo de criação de leis e de outros atos normativos. Após passarem pela formação, os 19 vereadores mirins serão empossados, em solenidade marcada para 8 de fevereiro, às 15 horas, na sala de sessões da Câmara. Em 2020, eles simularão as atividades dos vereadores oficiais, participando de "sessões", no prédio do Legislativo, na última sexta-feira de cada mês.

Presente na abertura da semana de treinamento, o presidente da CML, vereador Ailton Nantes (PP), parabenizou os estudantes eleitos e ressaltou a importância das instruções para os futuros parlamentares mirins. "Talvez vocês não saibam, mas os vereadores oficiais também passam por um treinamento, com servidores da Câmara, antes de iniciarem os seus mandatos. Que isso seja um aprendizado para a vida toda de vocês. Parabéns por estarem aqui e por quererem fazer a diferença na cidade", disse.

O programa

Criada em 2017 pelo Legislativo, a Câmara Mirim permite que estudantes de educação básica atuem como se fossem vereadores, discutindo problemas do município e propondo projetos de lei e medidas de interesse público para posterior avaliação da Câmara de Londrina. Podem participar alunos do 5º ano do ensino fundamental ao 2º ano do ensino médio, de escolas públicas e particulares de Londrina. A eleição é feita nas instituições de ensino inscritas no programa e o "mandato" dura um ano. Desde 2018 a escolha dos alunos pela comunidade escolar segue todos os trâmites de uma eleição oficial, por meio de uma parceria da Câmara com o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

No ano passado, quase 5 mil estudantes participaram do processo eleitoral que elegeu os 19 vereadores mirins da 3ª Legislatura e seus respectivos suplentes. Os estudantes foram escolhidos entre 106 candidatos de escolas municipais, estaduais e particulares de Londrina. Dentre os titulares eleitos, 12 são mulheres e sete, homens.

Marcela Campos/Ascom/CML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios