Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Quem viaja entre Londrina e Curitiba, poderá contar com muito mais segurança nos próximos anos, disse o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) ao participar ontem, 16, com o governador Ratinho Junior (PSD) da assinatura da ordem de serviço das obras de duplicação da PR-445, entre Londrina e Mauá da Serra.

 “São quase R$ 150 milhões que serão investidos na segurança aos motoristas que viajam entre Londrina e Curitiba ou outras regiões do Estado e que precisam de mais agilidade e tranquilidade”, disse o deputado.

As obras contemplam a duplicação de 27,07 quilômetros. Segundo o deputado, também serão implantadas marginais entre Tamarana e Lerroville, na região sul de Londrina, e um viaduto em Tamarana.

“O projeto prevê ainda a construção de uma rótula no acesso para Lerroville, pontes sobre os rios Santa Cruz e Apucaraninha, retornos em nível, correção da geometria em sete curvas consideradas críticas e a restauração da pista existente, uma obra que deverá ser executada em até um ano e meio”, explica.

Infraestrutura

Na licitação para a contratação da obra, doze empresas apresentaram propostas. Venceu o Consórcio DT PR 445, formado pelas empresas DP Barros Pavimentação e Construção e Tríade Pavimentações.

Romanelli destacou ainda a importância do trabalho da Assembleia Legislativa na inclusão dos recursos do orçamento estadual para a realização da obra. O deputado Tiago Amaral (PSB), relator do Orçamento do Paraná, atuou na articulação para os recursos de execução da obra de duplicação.

Romanelli aponta ainda que esta é uma das principais obras de infraestrutura do norte do Paraná, uma reivindicação histórica da região, aguardada há pelo menos 30 anos.

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.