Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Mais de 20 mil pessoas terão mais conforto, comodidade, segurança e agilidade no transporte público de Londrina

Os usuários do transporte coletivo de Londrina já devem ter percebido as diferenças que estão surgindo na região norte da cidade. Uma das novidades que veio para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos foi a construção do novo Terminal Urbano do Vivi Xavier, na Rua Joubert de Carvalho esquina com a Avenida Saul Elkind. As obras estruturais foram entregues ontem (14).

Durante a manhã, o prefeito Marcelo Belinati visitou o local, que deve entrar em funcionamento na próxima quarta-feira (19). Segundo ele, a construção do novo terminal vai dar mais conforto e segurança para a população da zona norte. “Antes, quando chovia e ventava muito, molhava as pessoas. Esse novo terminal não, porque ele tem toda a cobertura, tem câmeras de segurança, banheiro com ducha para as pessoas que quiserem tomar banho antes de irem para casa e tem um local específico para deixarem bicicletas. É um conjunto de benefícios que dará mais qualidade para a população da região”, disse.

O Terminal Urbano beneficiará mais de 20 mil pessoas, que utilizam diariamente uma das 25 linhas do transporte coletivo que passarão pelo local. Para dar mais comodidade, segurança, conforto e agilidade à mobilidade urbana, o terminal foi totalmente refeito e, no momento, os agentes da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) darão início à retirada do Terminal Provisório. Além disso, a companhia está tomando algumas medidas necessárias antes da liberação para o uso comum. Entre eles estão a instalação de internet, a testagem da bilhetagem dos usuários e do sistema de câmeras. “Em respeito aos usuários, nós queremos avisar as pessoas de que a partir da próxima quarta-feira estaremos fazendo as operações daqui. Quando damos uns dois ou três dias, as pessoas se acostumam com a mudança no trânsito e com o novo fluxo e, por isso, nós que somos do poder público temos que tomar alguns cuidado antes de liberarmos o serviço”, elucidou o presidente da CMTU, Marcelo Cortez.

O novo Terminal Urbano do Vivi Xavier passa a contar com mais 1.500 metros quadrados em comparação com a infraestrutura anterior, somando quase 3 mil metros quadrados de área total construída (2.877 m²). Os usuários também têm à disposição novas plataformas de embarque e desembarque, e quatro novos corredores principais para os veículos trafegarem. Para que o espaço comportasse o peso dos ônibus do sistema SuperBus foi instalado piso de concreto em toda estrutura. “É um projeto inovador, onde executamos o pavimento rígido, o que dará mais durabilidade para a pavimentação, da mesma forma que os corredores de ônibus que estamos executando nas paradas dos ônibus. Tudo isso dará uma sobrevida de, pelo menos, 20 anos”, explicou o secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa.

Com a modernização e ampliação do espaço, a Prefeitura de Londrina conseguiu adequar os locais para dar mais acessibilidade para todos, ampliando as estruturas dos sanitários, fraldário, bicicletário e paraciclos, assim como as salas administrativa para os funcionários. Também foram modernizadas as instalações elétricas e hidráulicas, instaladas a cobertura metálica e de alvenaria, construído muro e gradil no entorno e instaladas 92 novas luminárias em LED na área coberta e outras oito na área aberta e revestimentos.

Ao todo, a Prefeitura de Londrina investiu mais de R$ 5,2 milhões nesta obra, com recursos provenientes do governo federal. Para que ela fosse possível, foi necessário realizar a preparação do solo, instalando as tubulações das galerias pluviais e construindo a pavimentação asfáltica necessária. Já para os pedestres foram feitas novas calçadas e adequações nos acessos ao Terminal. A execução dos serviços foi feita pela empresa catarinense Salver Construtora, que venceu o processo licitatório.

Histórico

O Terminal Urbano do Vivi Xavier foi construído na década de 1990. Desde então, ele nunca havia recebido uma grande reforma. A estrutura inicial do mesmo foi demolida, dando lugar à nova construção. Para dar continuidade ao atendimento da população, a Prefeitura de Londrina, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), organizou um terminal provisório, que estava em funcionamento desde 23 de junho de 2019, na Avenida Saul Elkind, entre as ruas Lindalva Basseto e Salim Sahão sentido Ibiporã.

Outras melhorias

Além de um novo terminal, os motorista da região norte também receberam outras melhorias, como a pavimentação asfáltica realizada em várias ruas do entorno e os serviços de recape e micropavimentação. Quanto a isso, o secretário de Obras e Pavimentação lembrou também que as ruas e avenidas do Conjunto Habitacional Vivi Xavier, pelas quais trafegam os veículos de maior peso, receberam recape. Outra novidade é a duplicação de um trecho da Rua Joubert de Carvalho, onde foi construída uma pista dupla ao lado do terreno do terminal e da igreja vizinha e a instalação de sinaleiros no cruzamento da Avenida Saul Elkind com a Rua Joubert de Carvalho.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios