Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O ex-secretário Justo Marques havia prometido ao Observatório reorganizar o Parque para a Semana Mundial do Meio Ambiente, em junho
 
A diretoria do Observatório Ambiental de Arapongas (OAA) está agendando uma reunião com o novo secretário municipal do Meio Ambiente, Vanderlei Sartori Júnior. O objetivo é saber dele quais são as diretrizes para o setor, bem como se serão mantidos os compromissos assumidos pelo ex-secretário Justo Marques em relação ao Parque dos Pássaros. O local encontra-se abandonado desde a administração anterior.
 
No mês passado, Marques foi ouvido pela diretoria do OAA e assumiu, entre outros, o compromisso de instalar alambrado, luminárias e câmera de monitoramento no local. “O ex-secretário nos informou que o alambrado precisa ser reparado em 40 a 50% de sua extensão e que as obras seriam executadas com recursos do município”, afirma a advogada Sandra Gasparotti, presidente do OAA. Uma emenda parlamentar, no valor de R$ 300 mil, chegou a ser anunciada no ano passado, mas os recursos não foram liberados em Brasília.
 
Justo esteve no OAA acompanhado por Winder Luiz de Lima, superintendente da Guarda Municipal, e por Emerson Alves, assistente da Guarda Ambiental de Arapongas. Na oportunidade, a Guarda também assumiu o compromisso de contribuir com o esforço para devolver a segurança ao Parque dos Pássaros, iniciando a realização de ronda diária, especialmente com agentes de motocicletas. “Foi-nos prometido ainda a realização de roçagem e retirada de sujeira, além de outras melhorias. A ideia é que no mês de junho possamos ter um parque melhor organizado para a Semana Mundial do Meio Ambiente. Queremos ver com o novo secretário se esses compromissos estão mantidos”, acrescenta Sandra.
 
O OAA iniciou seu calendário de atividades para 2014 através do Parque dos Pássaros. A ideia de dar prioridade para o Parque foi uma proposta feita pelo Observatório à direção da Escola Municipal Júlio Savieto e imediatamente aceita. “Tanto a comunidade escolar quanto as famílias que residem nas proximidades estão preocupadas com a situação de abandono em que se encontra aquele que já foi um dos mais belos cartões de visita da cidade”, ressalta Sandra.
 
Depois de realizadas as melhorias básicas no Parque, a ideia é que as secretarias de Cultura e Esportes, além de entidades, tragam a população de volta ao local através da realização de eventos. O OAA também está buscando o apoio de especialistas na área ambiental para visitar o parque e fazer uma avaliação sobre a situação em que ele se encontra e as possíveis soluções. Membros do Grupo de Estudos Avançados do Meio Ambiente (Geama), da Universidade Estadual de Londrina (UEL), já foram contatados e devem visitar o local nos próximos dias.
 
Vanderlei de Souza/souza@onda.com.br
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios