Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O ex-secretário Justo Marques havia prometido ao Observatório reorganizar o Parque para a Semana Mundial do Meio Ambiente, em junho
 
A diretoria do Observatório Ambiental de Arapongas (OAA) está agendando uma reunião com o novo secretário municipal do Meio Ambiente, Vanderlei Sartori Júnior. O objetivo é saber dele quais são as diretrizes para o setor, bem como se serão mantidos os compromissos assumidos pelo ex-secretário Justo Marques em relação ao Parque dos Pássaros. O local encontra-se abandonado desde a administração anterior.
 
No mês passado, Marques foi ouvido pela diretoria do OAA e assumiu, entre outros, o compromisso de instalar alambrado, luminárias e câmera de monitoramento no local. “O ex-secretário nos informou que o alambrado precisa ser reparado em 40 a 50% de sua extensão e que as obras seriam executadas com recursos do município”, afirma a advogada Sandra Gasparotti, presidente do OAA. Uma emenda parlamentar, no valor de R$ 300 mil, chegou a ser anunciada no ano passado, mas os recursos não foram liberados em Brasília.
 
Justo esteve no OAA acompanhado por Winder Luiz de Lima, superintendente da Guarda Municipal, e por Emerson Alves, assistente da Guarda Ambiental de Arapongas. Na oportunidade, a Guarda também assumiu o compromisso de contribuir com o esforço para devolver a segurança ao Parque dos Pássaros, iniciando a realização de ronda diária, especialmente com agentes de motocicletas. “Foi-nos prometido ainda a realização de roçagem e retirada de sujeira, além de outras melhorias. A ideia é que no mês de junho possamos ter um parque melhor organizado para a Semana Mundial do Meio Ambiente. Queremos ver com o novo secretário se esses compromissos estão mantidos”, acrescenta Sandra.
 
O OAA iniciou seu calendário de atividades para 2014 através do Parque dos Pássaros. A ideia de dar prioridade para o Parque foi uma proposta feita pelo Observatório à direção da Escola Municipal Júlio Savieto e imediatamente aceita. “Tanto a comunidade escolar quanto as famílias que residem nas proximidades estão preocupadas com a situação de abandono em que se encontra aquele que já foi um dos mais belos cartões de visita da cidade”, ressalta Sandra.
 
Depois de realizadas as melhorias básicas no Parque, a ideia é que as secretarias de Cultura e Esportes, além de entidades, tragam a população de volta ao local através da realização de eventos. O OAA também está buscando o apoio de especialistas na área ambiental para visitar o parque e fazer uma avaliação sobre a situação em que ele se encontra e as possíveis soluções. Membros do Grupo de Estudos Avançados do Meio Ambiente (Geama), da Universidade Estadual de Londrina (UEL), já foram contatados e devem visitar o local nos próximos dias.
 
Vanderlei de Souza/souza@onda.com.br
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.