Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A incineração de resíduos sólidos urbanos no Paraná será tema de audiência pública que a Comissão de Ecologia e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Luiz Eduardo Cheida (PMDB), promoverá em Maringá no próximo dia 26 de abril, a partir das 8h30, na sede do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (CREA-PR), na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 1.139. O pedido para a realização da audiência foi apresentado em parceria com a deputada Luciana Rafagnin, líder da bancada do PT. Maringá está entre as cidades que têm projeto para a instalação de um incinerador de resíduos sólidos.

O evento deve contar com a presença de deputados e vereadores, de representantes do Crea, do Ministério Público estadual e do Ministério Público do Trabalho, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, do Instituto Ambiental do Paraná, de prefeituras, universidades e entidades locais. “É um tema emergencial, que precisa ser discutido antes que surjam problemas maiores, já que o estado não possui marcos legais nesta área”, justifica Cheida. Segundo o deputado, neste primeiro momento a ideia é fazer um levantamento sobre as pretensões que as prefeituras apresentam para tratar a política de resíduos sólidos e o destino final da incineração. “Maringá será o ponto de partida para um mapeamento que queremos fazer em todo o estado. Depois de ouvir os prós e contras, levaremos ao Legislativo subsídios para que a Casa se posicione sobre o assunto, inclusive com a elaboração de um projeto de lei para a regulamentação da atividade”. 

(Gabriela Siqueira/Asimp).

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.