Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Valor foi aplicado no período executivo 2013/2014, em pesquisa, conservação e recuperação ambiental na região

Recuperação do estoque de peixes, reflorestamento, monitoramento e controle de erosões e atividades de educação ambiental são alguns dos programas desenvolvidos pela Duke Energy na região da Bacia do Paranapanema, nos quais a companhia investiu o montante de R$ 7,3 milhões no período de atuação executiva 2013/2014. O detalhamento dessas iniciativas pode ser acompanhado no Relatório de Sustentabilidade que a concessionária de oito hidrelétricas ao longo do Paranapanema acaba de divulgar. O material está disponível para consulta na internet (www.duke-enrgy.com.br).

Na área de pesquisa ambiental, a Duke Energy destinou R$ 1,2 milhão ao projeto que busca ampliar as informações sobre as espécies de peixes da Bacia do Paranapanema, auxiliando na atuação da companhia na conservação da biodiversidade. Dentro do programa de recuperação do estoque pesqueiro, a empresa realiza a soltura de 1,5 milhão de peixes de espécies nativas por ano, na região.

Mais R$ 2,2 milhões foram destinados ao sistema de monitoramento das áreas próximas aos reservatórios da concessionária, com o foco de identificar os usos e ocupações. A empresa se preocupa em controlar as erosões e aplicou R$ 1,7 milhão nos trabalhos de prevenção e controle de processos erosivos.

Dentro da proposta de sustentabilidade, R$ 2,1 milhões foram direcionados para a pesquisa de avaliação dos programas socioambientais promovidos pela Duke Energy, realizada in loco, entre as comunidades no entorno de seus empreendimentos.  No período executivo 2013/2014, a empresa promoveu mais de 190 iniciativas que beneficiaram um público superior a 65 mil pessoas, de acordo com o Relatório de Sustentabilidade.

Além dos investimentos em promoção ambiental, o documento traz informações de indicadores econômico-financeiros e sobre os investimentos em educação, esporte e cultura realizados pela companhia.

“Entre os valores da Duke Energy está a comunicação clara, frequente e aberta com a sociedade. O Relatório de Sustentabilidade vem ao encontro desse desejo e compromisso de transparência com os públicos com os quais nos relacionamos”, comenta a gerente-geral de Relações Institucionais, Ana Amélia de Conti Gomes, sobre a publicação do documento.

Prêmio de Sustentabilidade

Em reconhecimento à qualidade dos trabalhos desenvolvidos na área ambiental, pelo oitavo ano consecutivo a Duke Energy foi destaque no Prêmio Benchmarking, com dois projetos na lista das 32 melhores iniciativas de sustentabilidade brasileira. Na cerimônia, realizada no início de junho, foram premiados os projetos Circuito de Educação Ambiental em Áreas Verdes Urbanas, em 7º lugar, e Gibi Educativo, na 16ª posição. O Benchmarking é uma iniciativa brasileira, com abrangência e reconhecimento internacional, que tem o objetivo de difundir, fortalecer e incentivar a adoção das boas práticas socioambientais nas empresas e instituições do País.

Heloísa Miguel/ Duke Energy

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios