Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Uma onça pintada e uma onça parda foram vistas no Parque Nacional argentino, o que confirma o compromisso do empreendimento com a preservação do meio ambiente

Que o Parque Nacional del Iguazú é a casa das Cataratas e de diversos animais que moram nessa imensa floresta Missioneira, todo mundo sabe. A novidade agora é que dois felinos, uma onça parda e uma onça pintada monitorados através de coleiras pelo Projeto brasileiro Carnívoros do Iguaçu, vão além da fronteira e passeiam pelo Parque argentino, onde foram avistados e posteriormente capturados para pesagem e avaliação da saúde dos animais.

A captura aconteceu em uma parceria entre os projetos dos dois países, que estudam os grandes felinos que habitam os Parque Nacionais brasileiro e argentino. As informações contidas nas coleiras dos animais serão avaliadas para fazer o levantamento de seus hábitos, incluindo o percurso recorrido por eles.

Compromisso com a preservação

Muito além de um complexo turístico, a concessionária que administra o parque argentino, tem um compromisso com a natureza que é seu principal atrativo. Um trabalho de conscientização é realizado junto a todos os visitantes que vão até as Cataratas del Iguazú. E todas as atividades realizadas dentro do Parque para o conforto do turista, são feitas para gerar o menor impacto possível ao meio ambiente, como o trem movido a gás por exemplo, um combustível não poluente.

Por essa e outras ações de preservação, que empresa Iguazú Argentina, administradora do Parque Nacional del Iguazú, foi certificada internacionalmente por seu sistema de gestão ambiental com a Norma ISSO 14001, um marco para o desenvolvimento da atividade sustentável, consagrando as Cataratas da Argentina como o primeiro Parque Nacional de toda a América Latina a ter um certificado de norma ambiental.

Horário de funcionamento: 8h às 18h, horário local Argentina (Inclusive Domingos e Feriados)

Para chegar, lembre-se sempre de portar carteira de motorista, ou identidade, ou passaporte dentro da validade. Existem inúmeras empresas de receptivos que fazem o transporte, além do transporte público. Se optar pelo veículo próprio, seguro carta verde é item obrigatório nos países do Mercosul.

Marihá Odorício/Asimp

Clique nas fotos para ampliar

carpintero

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.