Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cooper Região passa a contar com esteira para seleção de materiais; doação foi feita pela Iniciativa Regional para a Reciclagem Inclusiva (IRR)

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) participa, nesta sexta-feira (24), da entrega do novo equipamento da Cooperativa de Trabalho de Catadores de Materiais Recicláveis e Resíduos Sólidos da Região de Londrina (Cooper Região). Na ocasião, será inaugurada a esteira de triagem, doada à cooperativa pela Iniciativa Regional para a Reciclagem Inclusiva (IRR), representada pela Fundación Avina. O evento será realizado às 9 horas, na unidade da Cooper Região localizada na Rua Saturnino de Brito, 93, Vila Marízia.

Segundo a diretora de Operações da Cooper Região, Crislene Amaral, a esteira foi doada neste mês de agosto. A solenidade marca a apresentação e inauguração do equipamento. “A esteira vai substituir as mesas onde eram feitas as triagens do material coletado, ocupando menos espaço e melhorando a logística do barracão. Ela comporta cerca de 20 pessoas ao mesmo tempo, então a expectativa é que o trabalho de separação do material tenha mais qualidade e seja feito com agilidade”, destacou.

A doação foi viabilizada pelo projeto de Modernização e Mecanização da Cooper Região, desenvolvido em parceria com a Fundación Avina, que integra a IRR. O projeto da cooperativa tem como objetivo garantir condições igualitárias e apropriadas aos catadores, com a padronização do processo produtivo. “A Avina é parceira da Cooper Região, e já nos acompanha há algum tempo. Então desenvolvemos e inscrevemos esse projeto, e fomos contemplados com a doação do maquinário”, explicou Crislene.

O montante investido na aquisição da esteira de triagem foi de US$ 35.000,00 dólares, o que equivale a aproximadamente R$ 110.00,00.

Dados

O sistema de coleta seletiva em Londrina atende 100% do território do município, e envolve o trabalho direto de aproximadamente 340 pessoas. A Cooper Região é a primeira cooperativa a ter contrato com a CMTU. Atualmente, conta com 131 cooperados que atendem 87.383 mil domicílios, distribuídos em todas as regiões da cidade.

Em toda a cidade são 18 entrepostos, responsáveis pela triagem e comercialização de aproximadamente 750 toneladas de recicláveis por mês, além da Central de Valorização de Materiais Recicláveis (CVMR), que entre junho e outubro de 2017 beneficiou e comercializou mais de 252.450 quilos de garrafas PET, embalagens longa-vida, papel, papelão e outros itens reutilizáveis.

Juliana Gonçalves/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.