Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A ONU definiu 2016 como o Ano Internacional das Leguminosas. No Colégio Universitário várias atividades sobre o tema estão sendo realizadas com os alunos.

Nesta quinta-feira (10/03), às 14h30min, as crianças do Nível IV plantarão ervilha na Fazendinha, uma sala de aula a céu aberto dentro do Colégio Universitário. É que a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu 2016 como o Ano Internacional das Leguminosas. Por conta disso, os alunos do Colégio Universitário estão realizando uma série de atividades sobre o tema.

Durante os estudos, as crianças levantarão hipóteses sobre como seria um pé de ervilha e retratarão o plantio com um desenho. Será que a ervilha cresce dentro ou fora da terra? Os alunos confrontarão as suas hipóteses com as informações adquiridas e, depois, finalizarão a atividade na sexta-feira (11/03), às 14h30min, com a história “A princesa e a ervilha” sendo dramatizada pelas professoras.

Vale destacar que as ervilhas são alimentos altamente nutritivos. Elas fornecem cerca de 80 calorias por 100 gramas de consumo. São fonte de hidratos de carbono e fibras alimentares, ricas em Vitamina A, Vitamina B, Vitamina C, Vitamina E e Vitamina K. Também são boas fontes de Minerais como o Zinco, Cálcio, Magnésio, Potássio e Ferro.

A ervilha será a terceira leguminosa trabalhada pelos alunos da Educação Infantil. Eles já plantaram a lentilha e o grão de bico. Além disso, para reforçar a aprendizagem, nas semanas anteriores, no Espaço Gourmet Kids (cozinha experimental), junto com as professoras, os pequenos prepararam deliciosas receitas: hambúrguer de lentilha e arroz com lentilha.

De acordo com a coordenadora Maria Luiza Kasuya, durante todo o ano, sete leguminosas serão cultivadas, na Fazendinha, pelas crianças.

“A plantação das leguminosas também faz parte do projeto Qualidade de Vida, que incentiva as crianças a assumirem o hábito de uma alimentação mais saudável. Além disso, é um trabalho interdisciplinar, que envolve a matemática, a língua portuguesa, a coordenação motora, entre outras habilidades”, reforçou Maria Luiza.

Asimp/Colégio Universitário

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.