Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Eletrosul pretende mobilizar alunos e professores de mil escolas públicas rurais em seus quatro estados de atuação (PR, RS, SC e MS) para reforçar a tradicional campanha da empresa de prevenção às queimadas. Kits educativos já estão sendo enviados às escolas com uniformes completos e material de apoio sobre o tema incentivando os professores para que montem a “Patrulha do Fogo Contra as Queimadas”. O objetivo é conscientizar as crianças para que sejam multiplicadoras da informação para os pais agricultores, além de apostar que essa educação será essencial para coibir que mantenham a prática quando crescerem.

 “As crianças são mais sensíveis de conscientização e entusiastas em passar esse conhecimento adiante. A partir delas queremos criar uma nova cultura no campo que elimine as queimadas como forma de preparo do solo para cultivo, uma prática danosa inclusive para a fertilidade do solo, mas ainda utilizada”, explica o Gerente de Comunicação Social e Marketing da Eletrosul, Sadi Rogério Faustino.

Depois de aprenderem os prejuízos ambientais, sociais e econômicos das queimadas, as crianças que formam a Patrulha sairão às ruas para levar a conscientização para vizinhos, amigos e familiares. Essa experiência pode ser registrada também por fotos ou filmagem para ser postada no site da campanha www.queimadasnao.com.br e fará parte de um livro publicado pela Eletrosul e para ser distribuído a todas as escolas como maneira de divulgar, valorizar e multiplicar conhecimento.

A campanha é desenvolvida pela empresa desde 1995 e repetida todos os anos, principalmente entre os meses de julho a novembro, período em que é registrado o maior número de desligamentos de linhas de transmissão devido às queimadas, explica o Gerente da Divisão de Engenharia de Manutenção de Linhas de Transmissão, Erni Nicodem. Além de atingir milhares de crianças e adolescentes, a campanha também é voltada diretamente para os agricultores com a distribuição direta de cerca de 5.500 kits educativos. Esse trabalho é feito pelos inspetores de manutenção de linhas, durante suas atividades rotineiras.

(Asimp/Eletrosul)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios