Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“Bioma”, empresa de Ciências Biológicas da UEL atua, também, na área de consultoria para elaboração de plano de gerenciamento de resíduos sólidos

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), o Brasil produz uma grande quantidade de resíduos, porém o descarte fica longe do ideal. Dados de 2016 apontam que apenas 40% são destinados ao local adequado. Em meio a esse cenário – nada agradável – a conscientização e a redução da produção de resíduos são necessárias.

Assim, a Universidade Estadual de Londrina (UEL), na Via Rural Fazendinha, realiza uma unidade para sensibilizar sobre a redução do lixo. A Bioma, Empresa Júnior de Ciências Biológicas da UEL, apresenta de forma dinâmica os seis passos do Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

O documento foi desenvolvido no país pelo Ministério de Meio Ambiente e visa a informar e a conscientizar a população a reduzir a produção de resíduos no país. De acordo com o estudante de Biologia e participante do projeto, João Vinicius, o foco da apresentação é a educação ambiental, realizada de forma dinâmica e, assim, estimular cada cidadão sobre maneiras de reduzir o consumo de resíduos sólidos. "Sensibilizar e mostrar que tem atitudes do dia a dia que podem ser mudadas e gerar menos lixo. Diminuir isso ajuda todo mundo", ressalta Vinicius.

A Bioma atua há 15 anos no mercado paranaense, fundada por estudantes de Ciências Biológicas da UEL, tem como objetivo mostrar formas de empreendedorismo sustentável nos projetos realizados. Entre os serviços prestados estão consultoria e educação ambiental, plano de gerenciamento de resíduos sólidos (PGRS), plano de arborização urbana e evento sustentável.

As atividades da Empresa Júnior Bioma estará na Via Rural Fazendinha, até o dia 14 de abril, na ExpoLondrina. A Via Rural, também conhecida como Fazendinha, é um programa do Governo do Estado do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), e Sociedade Rural do Paraná (SRP).

A coordenação e a realização das atividades na Via Rural são do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e Universidade Estadual de Londrina (UEL).

(Texto produzido por aluno do 4° ano de jornalismo da UEL, em projeto de Assessoria de Imprensa para a Via Rural, sob a supervisão do professor Reinaldo César Zanardi.)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios