Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Técnicos do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) classificaram na quarta-feira (16) o Reservatório Capivara, no município de Primeiro de Maio, na Região Metropolitana de Londrina, como impróprio para banho. A ação é uma forma de garantir a saúde e o bem-estar dos moradores da região, assegurando as condições necessárias à recreação de contato primário, ou seja, quando há contato direto com a água.

A classificação é decorrente da floração de algas na região, o que ocorre pelo excesso de matéria orgânica e nutrientes na água, afetando as condições de balneabilidade. “Essa é uma medida de prevenção, pois o contato com a água com o excesso dessas algas pode causar transtornos à saúde, como dermatites e infecções de acordo com a área de contato. Será instalada sinalização no local alertando a população quanto à qualidade da água”, explica o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

De acordo com as análises de amostras da água, essa proliferação excessiva no reservatório é resultado da combinação entre a destinação incorreta de esgoto das casas da região com fatores característicos do verão, como altas temperaturas, grande incidência solar e aumento de chuvas.

A avaliação do local seguiu padrões da resolução 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que estabelece que a floração de algas e o consequente aumento do pH da água são indicativos de risco à saúde. “Nesse caso, a classificação da qualidade da água deve ocorrer pela concentração de algas no reservatório, considerando os riscos pelo contato primário com a água”, diz a diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição do IAP, Ivonete Chaves.

Segundo a chefe do departamento de pesquisa e qualidade do IAP, a bióloga Christine Xavier, as coletas continuarão sendo feitas semanalmente no local para acompanhar o processo de floração e de evolução da qualidade das águas. "O número de células de algas nas amostras deve chegar a 10.000 por mililitro de água para que o reservatório volte a ser classificado como próprio", explica.

A qualidade da água do reservatório será divulgada semanalmente junto com o boletim de balneabilidade do norte e norte pioneiro durante o Verão Paraná.

Asimp/IAP

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.