Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O prefeito Alexandre Kireeff sancionou, na tarde desta sexta-feira (18), a lei que cria o Programa Municipal de Incentivo ao Verde (Proverde). Trata-se de uma medida de apoio e incentivo a propostas e projetos ambientais ligados à conservação do meio ambiente e adoção de tecnologias e boas práticas ambientais. A ação faz parte do Programa Bandeira Verde, que visa promover uma melhor cobertura arbórea e preservação do meio ambiente.

O Proverde prevê a destinação de recursos voltados ao financiamento de ações ambientais ou compartilhamento de recursos humanos, materiais e de infraestrutura. Os projetos poderão ser apresentados por cidadãos, empresas e Organizações Não Governamentais (ONGs). “Através do Proverde, o Município amplia sua capacidade de promover ações ambientais em parceria com a comunidade. Com isso, Londrina poderá tornar-se uma referência de sociedade comprometida com a sustentabilidade”, enfatizou o prefeito Alexandre Kireeff.

Participaram da reunião de trabalho, quando foi sancionada a lei,  a presidente do Conselho Municipal do Meio Ambiente (Consemma), Roberta Queiroz, e outros representantes do órgão, além dos seguintes secretários municipais: José Carlos Bruno de Oliveira (Secretaria Municipal do Ambiente e Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização), Ignês Dequech (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina), Daniel Pelisson (Planejamento, Orçamento e Tecnologia), Rogério Carlos Dias (Gestão Pública), Vitor dos Santos Júnior (Agricultura e Abastecimento), Walmir Matos (Obras e Pavimentação) e Paulo Valle (Procuradoria Geral).

Projetos - Poderão ser inscritos no Proverde, por exemplo, projetos nas áreas de compensação de emissão de carbono, de reciclagem, de plantio de árvores, recomposição de fundos de vale e outras propostas que estejam de acordo com a política municipal do meio ambiente.

O recurso para a viabilização do programa virá do Fundo Municipal do Meio Ambiente. O Consemma, administrador deste fundo, vai deliberar qual o percentual a ser destinado, anualmente, ao programa. O Comitê Gestor do Proverde, que, por sua vez, analisará as propostas e projetos ambientais apresentados, será composto por representantes do Consemma, CMTU e das secretarias municipais de Agricultura e Ambiente.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios