Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

População está convidada para descartar corretamente equipamentos eletrônicos sem uso, óleo vegetal, chapas de raio-X, roupas e outros itens sem uso

Para ajudar a população a se livrar de diversos materiais que não têm mais utilidade em casa ou no escritório e que, muitas vezes, nos deixam na dúvida sobre onde e como descartar corretamente, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA), e o Rotary Club de Londrina Sul vão realizar neste sábado (20), das 10 horas às 16 horas, o primeiro Drive-Thru da Reciclagem de 2021.

A ação acontecerá no estacionamento do Parque Arthur Thomas (Rua da Natureza, 155, Jardim Piza), para que ninguém precise sair do carro para entregar os materiais. Quem participar poderá descartar corretamente e gratuitamente diversos produtos como: óleo de cozinha usado, placas de raio-X velhas, aparelhos de televisão, DVDs, monitor de computador, teclados, mouse, ventiladores, pilhas e celulares estragados, entre outros.

A destinação correta desses materiais é importante, pois eles carregam consigo muitos componentes eletrônicos, que podem contaminar o solo e o lençol freático com substâncias nocivas, como os metais pesados (mercúrio, berílio e chumbo) que são altamente prejudiciais à saúde humana e de animais e plantas. De acordo com o SEBRAE, a estimativa no Brasil é que cada cidadão descarte, em média, de 2,6 quilos de lixo eletrônico por ano.

Além dos produtos eletroeletrônicos, as pessoas que tiverem mudas de roupas, tecidos ou calçados que não usam mais, também podem participar do Drive-Thru da Reciclagem. Todos os materiais entregues durante a ação serão selecionados e, quando em bom estado, serão doados às instituições de caridade. Aqueles que não puderem ser destinados a outras pessoas serão descartados pelos profissionais da SEMA.

Balanço

O Drive-Thru da Reciclagem vem sendo realizado pela SEMA desde o ano passado. Com isso, em 2020, a Prefeitura de Londrina ajudou a população a descartar corretamente 16,4 toneladas de eletroeletrônicos, 62 quilos de pilhas e baterias portáteis, 566 litros de óleo vegetal usado, mais de 10.500 peças de roupas, calçados e acessórios, além de mais de 52 quilos de chapas de raio-X.

Deste montante, em maio de 2020, a ação recebeu 1,4 tonelada de eletroeletrônicos, 41 quilos de pilhas e baterias portáteis, 5 mil peças de roupas, calçados e acessórios e mais 160 litros de óleo vegetal usado. Em agosto, foram mais 6 toneladas de eletroeletrônicos, 2 mil peças de roupas e calçados e 160 litros de óleo usado. Dois meses depois, a população descartou 1,8 tonelada eletroeletrônicos, 640 peças de roupas, 30 brinquedos, 96 litros de óleo e 56 pares de calçados, além de quatro bolsas. E fechando o ano, no final de novembro, foram recebidas 7,2 toneladas de eletroeletrônicos, 21 quilos de pilhas e baterias, 52 quilos de chapas de raio-X, 3 mil peças de roupas e calçados e 150 litros de óleo usado.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios