Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Secretaria Municipal do Ambiente (Sema) realizou, na última sexta-feira (7), uma reunião sobre estratégias de manejo dos macacos-prego que residem no Parque Municipal Arthur Thomas. O encontro ocorreu no Centro de Educação Ambiental do parque.

Os participantes da reunião debateram a situação dos animais que passam por um período de diminuição de alimentos, quando as árvores frutíferas têm menos frutos disponíveis devido à estiagem e ao inverno. A dificuldade em encontrar alimentos faz com que os mesmos procurem outros ambientes e saiam do parque.

O gerente de Projetos e Análise Ambiental da Sema, Bruno de Camargo Mendes contou que foram tomadas algumas medidas de ações a serem feitas. Uma delas, é o levantamento inicial de bando que deve estar pronto, no prazo máximo de 60 dias. O trabalho será feito em parceria pela Sema com o curso de Ciências Biológicas da UEL. “A ideia é fazer um levantamento que inclua o número de macacos que habitam o Parque Arthur Thomas, em qual estado eles se encontram, proporção de machos e fêmeas, número de adultos e jovens, entre outros itens”, explicou.

Mendes destacou ainda que, no dia 31 de agosto, será realizada uma palestra para os servidores da Sema, da Secretaria Municipal de Agricultura e da Defesa Civil, sobre os macacos, com orientações que deverão ser repassadas para os visitantes do parque. A palestra será proferida pela pós-doutora em Ciências Biológicas (Zoologia)pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e professora do Departamento de Biologia Animal e Vegetal, da UEL, Ana Paula Vidotto Magnoni.

Outra medida adotada pelo grupo será um trabalho de conscientização e orientações gerais para a vizinhança do Parque. “Entre as dicas que estaremos repassando está a importância em não ter materiais ou alimentos descobertos que atraiam os macacos para fora do parque”, ressaltou Mendes.

A reunião contou com a participação  da secretária municipal do Ambiente, Roberta Queiroz; da vereadora Daniele Ziober; dos guardas municipais da Defesa Civil, Fabio Seide e Fabio Topa; do médico veterinário Valmor Venturini, da Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde; da professora UEL, Ana Paula Vidotti Magnoni; da mestranda pela UEL, Mariana Lourenzo; da gerente de Áreas Verdes da Sema, Simone Vecchiatti; do gerentes de Projetos e Análise Ambiental da Sema, Bruno de Camargo Mendes e do biólogo, também da Sema, Paulo Dolbaina.

Telefones - Aqueles que tiverem dúvidas e desejam chamar os profissionais da Sema para a retirada de animais devem telefonar de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, no (43) 3372-4750 ou (43) 3372-4771.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.