Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Instituições de ensino apresentaram projetos sobre educação ambiental na 16ª edição do Londrina Matsuri

Quatro escolas municipais e um Centro Municipal de Educação Infantil apresentaram projetos sobre educação ambiental na 11ª mostra e 9º concurso “Meio Ambiente Melhores Práticas”, que integrou a programação do 16º Londrina Matsuri, ocorrido entre os dias 6 e 9, no Parque de Exposições Governador Ney Braga. A iniciativa buscou apresentar projetos voltados para a preservação do meio ambiente. A Escola Municipal Maestro Andrea Nuzzi foi a campeã com o projeto CAMTU: Coração, Ação, Mãos, Transformação e União para mudar o mundo. A vencedora recebeu de premiação uma caixa de som amplificada e um troféu de primeiro lugar.

O CMEI Laura Virgínia de Carvalho Ribeiro ficou na segunda colocação com o projeto Sala da Natureza. Em seguida ficou a Escola Municipal Maria Irene Vicentini Theodoro, com Londrina e terras indígenas: Semeando saberes e partilhando sementes. A segunda e terceira colocada receberam troféus e todas as unidades escolares que participaram do concurso receberam um certificado de participação concedido pela organização do Londrina Matsuri. Também participaram a Escola Municipal Santos Dumont, com o projeto Horta Suspensa: reaproveitamento de materiais e a escola Joaquim Vicente de Castro, com o Empreendedorismo Sustentável. Os avaliadores foram os professores do Grupo Atopp.

Para a integrante do Apoio Pedagógico de Ciências da Secretaria Municipal de Educação, Cristina Borba, o concurso é muito importante, pois, além de divulgar os projetos em prol do meio ambiente, envolve a comunidade como um todo. “O público que foi ao Londrina Matsuri foi bem receptivo com os projetos, pararam pra ver o que tem sido feito, passaram a conhecer, e muito deles se interessaram para realizar isso nas suas casas. Iniciativas como essa trazem benefícios para toda a comunidade”, afirmou.

O 16º Londrina Matsuri foi promovido pelo Grupo Sansey e contou com apoio da Prefeitura de Londrina, Sociedade Rural do Paraná, SESI, SENAI, FIEP, SESC/Fecomércio, Emater e UEL, e foi patrocinado pela Itaipu Binacional, Copel, Sanepar, Unimed Londrina, Boulevard Londrina Shopping, Disfranco, Midiograf e Drogamais.

Campeã

O projeto vencedor da Escola Municipal Andrea Nuzzi busca a conscientização e transformação do meio ambiente com ações simples, em prática diária e integrando todo o conteúdo pedagógico – com interdisciplinaridade entre artes, ciências, geografia, história, português e matemática – dos alunos de 3º, 4º e 5º ano, durante o período letivo. O CAMTU apresenta algumas pesquisas, cuidados com jardim e horta, reaproveitamento de pneus, reutilização de tampinhas plásticas em um mosaico, aulas de campo com profissionais especializados, confecção de sabão, cultivo de café, além de ações na comunidade externa como a limpeza da praça e plantio de árvores nas intermediações da escola.

De acordo com a professora e idealizadora do projeto, Louana de Castro, além de desenvolver o interesse pelo cuidado com o meio ambiente com as crianças, a comunidade externa também é impactada pela iniciativa. “Até ano passado nós só trabalhávamos com as crianças do 3º ano, e eu percebia que as crianças que não participavam tinham muito interesse no projeto, e hoje trabalhamos com o 4º e 5º ano também. Além de fomentar esse interesse na conscientização do meio ambiente nos alunos, os pais colaboram bastante, principalmente, na ajuda com as floreiras e canteiros. Então é um projeto que traz benefício para a comunidade inteira”, destacou.

A Escola Municipal Maestro Andrea Nuzzi, atende hoje 180 crianças, de 6 a 11 anos, do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, e está localizada na Rua Suécia, 67, no Jardim Igapó.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios