Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Empresa mobiliza funcionários das obras nesta sexta-feira (25) para eliminar focos do mosquito e orientar população

Com as altas temperaturas e o aumento do volume de chuvas do verão, a maior proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do zika vírus, torna-se um dos grandes riscos à saúde pública. Para se somar aos esforços de combate a essas doenças, a MRV Engenharia promove anualmente grandes mobilizações de prevenção. Durante a manhã desta sexta-feira (25), funcionários das obras da MRV vão percorrer a região do Conjunto Gralha Azul, em Londrina, para eliminar focos do mosquito e orientar a comunidade para a prevenção das doenças. Na próxima quarta-feira (30), os funcionários da empresa participarão também da limpeza de um terreno baldio no bairro Nova Olinda.

Em Londrina, a ação da construtora acontece em parceria com a Prefeitura Municipal e vai dar atenção especial à coleta de itens de mais difícil destinação, como geladeiras e máquinas de lavar fora de uso. “Esta é uma mobilização nacional, em parceria com os municípios, para conscientizar os funcionários e os moradores das regiões próximas aos empreendimentos MRV”, explica Ricardo Anjos, coordenador de Segurança, Saúde e Meio Ambiente da MRV Engenharia. “Além da eliminação dos focos do mosquito, a conversa com a comunidade é fundamental. Com cada um fazendo sua parte, temos muito mais chance de reduzir o número de pessoas infectadas este ano”.

Em 2019, já foram confirmados 142 casos de dengue no Paraná. Mais de 40 municípios paranaenses apresentam quadros de pessoas infectadas. O primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) em Londrina indicou uma infestação de 7,9% na cidade, número que aponta risco de epidemia da doença este ano.

Asimp/MRV

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios