Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atividade reuniu Sanepar, Secretaria de Meio Ambiente e Emater

Em comemoração ao Dia do Rio, ontem (21), alunos da Escola Municipal Consolación Montes Hernandez, de Cambé, fizeram o plantio de 150 mudas nativas às margens do Ribeirão Caçadores, na região Norte da cidade. A ação foi realizada em parceria entre Sanepar, Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (SAMA) de Cambé e Emater, com o objetivo de recuperar e preservar a área, que está próxima à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Caçadores.

Os técnicos das instituições fizeram a limpeza de um pequeno trecho do Ribeirão para mostrar às crianças que o lixo descartado irregularmente acaba poluindo os rios. No início da atividade, a gestora ambiental da Sanepar Andréa Fontes contou para os alunos uma história infantil com dois personagens com atitudes opostas em relação ao meio ambiente. As crianças participaram ativamente da história ajudando com informações sobre separação de lixo, uso racional da água e preservação ambiental.

A escola participante fica no Jardim Vitória e é a mais próxima da ETE Caçadores. Segundo as professoras que acompanharam as crianças, Vânia Miotto e Bruna Pierine, o meio ambiente faz parte dos conteúdos das aulas. “Trouxemos alunos do 3º ano porque é este o tema trabalhado com eles atualmente”, disse.

Luís Henrique Fraconik, de 8 anos, gostou muito das atividades. Ele contou que já reduziu o tempo do banho e passou a fechar a torneira no momento em que escova os dentes. “Aprendi isso na escola e, se gastarmos muita água, fica mais caro, também para o meio ambiente”, reflete. A aluna Renata Fernanda da Silva, de 9 anos, afirma que o tema ambiental é importante para termos ar puro pra respirar. “Agora tomo banho mais rápido e, na hora de lavar louça, só abro a torneira pra enxaguar”, conta.

O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Cambé, Paulo Godoy, disse que estava admirado com a participação dos estudantes, que demonstraram ter entendido a importância da preservação ambiental. Segundo Godoy, no local serão plantadas outras 150 mudas de árvores nativas, cultivadas no horto florestal municipal. A manutenção das árvores plantadas será feita pelos empregados da Sanepar que trabalham na ETE Caçadores.

A proposta da preservação da área do Ribeirão Caçadores partiu desses empregados que, ao fazerem a coleta periódica da água do ribeirão, à montante e à jusante do lançamento de efluentes da ETE Caçadores, se deparam sempre com uma grande quantidade de lixo. “Procuramos então a Secretaria de Meio Ambiente para essa parceria”, afirma o operador da ETE Daniel Cavalheiro. Nesta semana, foi feita a limpeza do trecho de acesso à área do Ribeirão e foram coletados 8 caminhões e 8 caçambas de entulhos e lixo doméstico.

Também participaram da atividade do Dia do Rio o gerente da Unidade Industrial da Sanepar em Londrina, Roberto Arai, o coordenador da área de tratamento de esgoto, Lincoln Kikuchi, o chefe do escritório da Emater em Cambé, Romeu de Souza, o agrônomo da Emater Alcides Bodnar, a agrônoma responsável pelo horto florestal, Marli Simões, e técnicos da Prefeitura e Sanepar.


Carina Paccola/Asimp/Sanepar
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios