Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O governador Beto Richa participou ontem (26), no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, do lançamento da nova etapa da campanha Trate bem a Rede, da Sanepar. O objetivo é conscientizar a população paranaense a não jogar o óleo usado na rede de esgoto.

A campanha já é realizada, mas agora está sendo reforçada com a participação de empresas, sociedade civil organizada e população. O modelo é de um processo completo de logística reversa, que será implantado inicialmente em Curitiba e Região Metropolitana.

Para o governador, a participação da sociedade é fundamental para o sucesso da campanha. “Há um depósito muito prejudicial desta gordura nas nossas redes e isso acaba deteriorando as tubulações. Agora as entidades parceiras podem contribuir para resgatar esse óleo de cozinha, reciclar o material e gerar uma renda extra, protegendo o meio ambiente”, disse Richa. 

COMO FUNCIONA - As empresas privadas participantes do projeto vão distribuir kits para a coleta do óleo de cozinha para representantes da sociedade civil organizada, como escolas, associações beneficentes, associações de moradores, conselhos de segurança de bairros e igrejas.

Esses parceiros serão os responsáveis por abordar a comunidade, arrecadar o óleo e encaminhá-lo para as recicladoras de óleo de cozinha, gerando receita para as entidades. A comunidade que participar vai receber um funil em forma de esfera que serve exclusivamente para o descarte de óleo usado em garrafas PET. 

CONSCIENTIZAÇÃO - De acordo com o secretário do meio ambiente e recursos hídricos, Antonio Carlos Bonetti, iniciativas como essa são importantes, principalmente por trabalharem a conscientização ambiental diretamente com a sociedade. “Com isso, criamos uma consciência para que as pessoas comecem a adotar posturas corretas de forma automática, não poluindo e fazendo um bem imenso para o meio ambiente e reduzindo os gastos por parte do Governo”, disse. A campanha faz parte de um grande programa socioambiental da Sanepar, que é permanente e reúne todos os projetos voltados para a conservação e a manutenção adequada da rede de esgoto de todo o Paraná.

O presidente da Companhia, Mounir Chaowiche, reforça o caráter educativo e de conscientização da ação. “Estamos trabalhando a questão da educação ambiental com várias entidades, como órgãos federais, estaduais e municipais, além da sociedade civil organizada, para que as famílias venham a descartar corretamente o óleo de cozinha, que hoje é jogado diretamente na pia, comprometendo toda a rede de tubulação gerando transtornos e prejuízos, inclusive financeiros, para a população e para a Sanepar”, afirma. 

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.