Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, será o titular da Comissão, cuja função é a abertura de espaço para discussão de assuntos de interesse comum aos quatro Estados, para que sejam levados aos governadores e demais instâncias.

A Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul) ganha uma nova representação com o Paraná na coordenação da área ambiental.

O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, será o titular da Comissão, cuja função é a abertura de espaço para discussão de assuntos de interesse comum aos quatro Estados, para que sejam levados aos governadores e demais instâncias.

De acordo com Nunes, a pasta ambiental do Paraná tem muito a contribuir para o Codesul, especialmente na criação de um diagnóstico regional que identifique as agendas que cada governo deve promover para melhorar a qualidade de vida e potencializar o desenvolvimento econômico. “É preciso promover o desenvolvimento do Estado pensando no meio ambiente e garantindo qualidade de vida também às gerações futuras”, disse.

Conselho

O Codesul é composto por Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Atualmente, o governador Carlos Massa Ratinho Junior é o presidente do Conselho. Em junho deste ano, ele aprovou a proposta de um plano de desenvolvimento integrado do grupo até 2040.

A ideia é que, a longo prazo, o plano transforme a união dos quatro estados em uma “OCDE brasileira” – referência à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, instituição internacional que reúne 38 países em prol do crescimento de suas economias locais.

Sustentabilidade

Segundo o secretário Márcio Nunes, é essencial uma atenção redobrada para a sustentabilidade, especialmente neste momento que o mundo sofre com os impactos gerados pelas mudanças climáticas.

“Estamos vivendo a pior crise hídrica da história e relatórios da ONU já indicam que as mudanças climáticas são irreversíveis. O que precisamos fazer, neste momento, é criar políticas públicas a fim de minimizar o máximo possível esses impactos para a sociedade”, afirmou.

Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo em:

www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo/

Daniele Iachecen/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.