Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Peixes serão soltos pela Duke Energy nos reservatórios das hidrelétricas Canoas I e II, Salto Grande e Chavantes

Nesta semana, a Duke Energy dá sequência ao seu programa para repovoamento do Rio Paranapanema com a soltura de 480 mil pacus. Divididos em lotes de 120 mil cada, os peixes serão colocados nos reservatórios das usinas hidrelétricas: Salto Grande, hoje 22, Canoas I, 23, Canoas II, 24, e Chavantes, 25. Os locais de soltura são escolhidos por oferecerem boas condições de abrigo e alimento aos novos peixes.
 
Além de pacus, a empresa vem utilizando piracanjubas, piaparas, dourados, piava-três-pintas e curimbatás em seu programa voltado à recuperação da população de peixes do Paranapanema. Neste ano, a companhia já colocou 700 mil curimbatás nos lagos das usinas e em rios tributários. “A escolha das espécies decorre dos estudos das populações de peixes no Paranapanema, considera que são espécies com melhores condições de aproveitar os recursos alimentares e, ainda, a sua importância para a economia e a cultura dos moradores da região”, explica o biólogo e coordenador do programa, Norberto Vianna.
 
Com as ações desta semana, a Duke Energy já ultrapassa a marca de 1,3 milhão de exemplares soltos no Paranapanema em 2014. Até o final do ano, a empresa totalizará 1,5 milhão de alevinos soltos no Rio – uma meta que cumpre anualmente desde 1999, quando o programa de repovoamento foi iniciado.
 
Asimp/Duke Energy

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios