Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente (Sema), realiza hoje (21), a criação do Bosque de Árvores Brasileiras e Bosque de Árvores do Mundo. As ações irão ocorrer no fundo de vale do Córrego Tucanos, localizado na Rua Bélgica, entre as ruas Iugoslávia e União Soviética, na região sul de Londrina. As iniciativas integram a semana de conscientização do “Dia da Árvore”, celebrado em 21 de setembro, que inclui atividades de plantio e doação de mudas, bem como abordagens educativas e práticas de conscientização em espaços públicos de Londrina.

Nos locais, haverá ações de plantio de mais de 50 mudas de árvores de biomas brasileiros e do mundo todo, conforme as características de cada espaço. As espécies serão plantadas fora das Áreas de Preservação Permanente (APPs). Inicialmente, os bosques serão espaços preparados para receber a plantação e cultivo de espécies arbóreas nativas brasileiras e espécies exóticas, podendo ser frutíferas, floríferas, melíferas, entre outras, que irão contribuir para o equilíbrio da biodiversidade local. No decorrer do ano, a Prefeitura poderá fazer novas intervenções e adequações nos bosques, visando tornar o local mais atraente e com mais qualidade de vida à população.

De acordo com a gerente de Áreas Verdes da Sema, Simone de Oliveira Fernandes Vecchiatti, a criação dos bosques faz parte da restauração ambiental do Córrego Tucanos, que pertence à bacia hidrográfica do Ribeirão Cambé. “Ações como o plantio de árvores de diferentes espécies é importante no processo de preservação da flora do córrego, bem como para a conservação do solo, entre outros fatores. Estamos retirando aquelas espécies invasoras e plantando espécies adequadas ao ambiente. Os espaços poderão ser visitados pela população e servirão como área de pesquisa para estudantes, profissionais e curiosos em espécies arbóreas”, ressaltou.

A intenção, segundo Simone, é que novas etapas de plantio sejam realizadas nos dois bosques, a fim de sensibilizar a comunidade para a preservação e manutenção do local, o que poderá ocorrer por meio de diferentes intervenções educativas. “A restauração ambiental do córrego é um trabalho a longo prazo e os bosques serão importantes nesse processo. É válido ressaltar que antes da criação dos bosques, essas áreas de vegetação vinham sendo utilizadas para descarte irregular de entulhos e outras práticas inadequadas que ofereciam riscos à população. Além de aproximar mais as pessoas da natureza, os bosques irão trazer mais beleza à paisagem e bem-estar à comunidade”, destacou.

Os trabalhos de plantio serão conduzidos pelos profissionais da Sema e contam com a parceria do Rotary Alvorada, que está cedendo grande parte das mudas, e dos estudantes, professores e funcionários do Instituto de Educação Infantil e Juvenil (IEIJ), que ajudarão no plantio e, posteriormente, irão acompanhar e dar suporte aos cuidados para a manutenção do bosque. A limpeza e preparação do terreno está sendo feita com o apoio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).

No Bosque de Árvores Brasileiras, que possui 4.804,12 metros quadrados, e no Bosque de Árvores do Mundo, com 1.945,06 metros quadrados, as espécies serão identificadas com placas informativas, contendo o nome popular, o nome científico, a família a qual pertence e a região ou país de origem, servindo de suporte a atividades escolares de caráter ambiental, buscando integrar a teoria à prática. A formação dos bosques contemplará o plantio, calagem, adubação, além da identificação. Também inclui o plantio de plantas forrageiras para a cobertura e proteção do solo e embelezamento paisagístico.

Doação de mudas – Na tarde desta quarta-feira (20), a Sema está realizando a doação de mudas de diferentes espécies arbóreas no Calçadão de Londrina, próximo ao Banco do Brasil. Qualquer pessoa interessada em adquirir gratuitamente as mudas terão acesso a espécies como Ipês Brancos e Amarelos e de Pitangueiras. A ação teve início às 12 horas e prossegue até as 18 horas. Estão sendo disponibilizadas pelo Viveiro Municipal cerca de 300 mudas.

Também no Calçadão Central, a equipe da Gerência de Educação Ambiental estará estacionada com o ônibus da Biblioteca Móvel Ambiental, próximo a área de carga e descarga das Lojas Americanas. Lá, os profissionais conversarão com os pedestres e ficarão preparados para tirar dúvidas a respeito dos serviços de poda e erradicação de árvores. Além disso, haverá atividades educativas como leitura, transmissão de músicas, filmes e debates sobre a prática de preservação do meio ambiente. Podem participar trabalhadores, comerciantes e consumidores que estiverem passando pelo local.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.