Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Arborização nos bairros, descarte consciente e plantio de árvore para cada novo carro adquirido integram as ações

Uma cidade arborizada de maneira adequada, harmoniosa, só tende a ganhar. Muito além da beleza e do bem-estar, os benefícios são ampliados com o aumento da umidade relativa do ar (e da qualidade de vida), com a redução das ondas sonoras, a regulação térmica das altas temperaturas, a valorização imobiliária, dentre vários outros. Pensando nisso, o Município tem realizado uma série de ações que integram um programa de cobertura arbórea, levantando a “Bandeira Verde” por uma Londrina ambientalmente saudável.

As campanhas focam o envolvimento da comunidade, com a proposta de criar uma nova cultura que desperte e desenvolva uma consciência ambiental e atitudes corretas no cotidiano:
· O descarte consciente de produtos (#Desapega), com postos itinerantes de entrega de eletroeletrônicos, dentre outros materiais;
· O incentivo ao uso do Ponto de Entrega Voluntária (PEV) para pequenos geradores (e a implantação de novos PEVs até o final do ano);
· O plantio nos bairros, com a doação de mudas de diferentes espécies para a população;

· E ainda um novo projeto, cujo decreto irá normatizar o plantio de uma árvore para cada veículo adquirido na cidade, visando reduzir o impacto e danos causados ao meio ambiente (como a emissão de gás carbônico), conforme anunciado pelo prefeito Alexandre Kireeff nesta semana.

Sema

Com início no dia 15 de maio, a campanha para doação de mudas da Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA) já distribuiu mais de 350 árvores para o plantio em quatro bairros: São Lourenço, Parque das Indústrias, Parque Ouro Branco e Jardim Leonor. Nesta quarta-feira, das 7h às 13h, foi a vez do Shangri-la B e na quinta-feira, no conjunto Maria Cecília.

A proposta da SEMA é que sejam plantadas mais de 5 mil árvores em Londrina neste ano. A partir de um estudo feito pelo setor de áreas verdes, os bairros estão sendo selecionados pela falta de árvores ou ainda pela necessidade da renovação das mais antigas. Outro aspecto considerado é a espécie adequada para cada região, com mudas de árvores de pequeno, médio ou grande porte, indicadas conforme o tipo das calçadas, a altura ou a ausência da fiação elétrica, por exemplo. “Nos primeiros dias, nossa ideia era fazer um teste envolvendo a população e vimos que o resultado foi efetivo, com uma adesão excelente. Somente no sábado, mais de 130 mudas foram doadas e replantadas no mesmo dia pelos moradores do bairro”, conta José Carlos Bruno de Oliveira, secretário da SEMA.

Segundo Marcos Vinícius Tersariol, diretor de operações, além das doações, técnicos da Secretaria estão oferecendo um atendimento personalizado e material explicativo sobre como plantar e cuidar das mudas. “Esse tem sido o grande diferencial: conversar com cada morador interessado. Mais de 90% das pessoas abordadas se comprometeram com a campanha e grande parte delas pediu nossa ajuda para plantarem a muda na mesma hora. Em alguns casos, é necessário que a pessoa invista, abrindo o espaço adequado na sua calçada. Tem sido animador ver a comunidade se mobilizando, prontamente”, comemora Tersariol.

Conheça as espécies das mudas do Viveiro Municipal de Londrina, as quais estão sendo doadas com as devidas indicações:
· Pequeno porte. Indicadas para locais com a fiação elétrica baixa: quaresmeiras, escova de garrafa, cerejeira do japão, resedá e manacá da serra
· Médio porte. Para plantio em calçadas com a fiação elétrica alta: ipês brancos, amarelos, acácia imperial, dedaleiros e eleutéria
· Grande porte. Para locais sem fiação elétrica: alecrim de campinas e ipê rosa

CMTU

No mês de março, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU-LD) lançou a campanha #Desapega, de eletroeletrônicos, em parceria com a E-lixo - Associação de Recicladores de Lixo Eletroeletrônico.

Inicialmente voltada para os seus funcionários, a ação coletou 365 quilos num único dia. Dentre os descartes, foi possível recuperar um computador completo, com dois monitores, os quais foram doados na última quinta-feira, 14, para a Casa do Bom Samaritano, que acolhe moradores de rua – Rua José Fierli, 153, na Vila Marizia.

No último sábado, a campanha #Desapega foi aberta para a comunidade, com um dia inteiro de coleta no estacionamento do Zerão. Segundo dados da CMTU, os resultados foram:
· 243 entregas (destinações)
· 90% do público de nipobrasileiros
· 90% das pessoas com idade acima dos 45 anos
· 70% do público masculino

· Produtos mais descartados: Tvs tubo, monitores tubo, vídeo cassete, impressoras, telefones (aparelhos de mesa e celulares), calculadas empresariais, computadores, notebooks, dentre vários outros.
De acordo com Alex Gonçalves, diretor da Ong E-lixo, o cálculo aproximado ultrapassou as 10 toneladas previstas. Para Mariane Takeda, analista ambiental da CMTU, a adesão da comunidade foi surpreendente. “Ver a participação nos chamou a atenção para o volume de lixo que deixou de ir, incorretamente, para terrenos baldios e fundos de vale. Certamente repetiremos a ação e já estamos planejando expandi-la para outros tipos de materiais”, informa Mariane.

Inaugurado em janeiro deste ano, a CMTU também tem tido bons resultados na utilização do PEV, no conjunto Nova Conquista, zona Leste da cidade. Usuários e a população do entorno têm correspondido positivamente, em que a fiscalização permanente, durante o período de funcionamento, tem sido o diferencial.

Podem ser descartados, gratuitamente, entulhos de construção, resíduos verdes (de jardinagem), madeira e reciclados. Os descartes devem ser oriundos de pequenos geradores, pessoa física ou jurídica - 1 metro cúbico de resíduo, o que equivale a 8 carriolas de pedreiro, aproximadamente.

Os interessados podem levar os descartes na Rua Capitão João Bussi, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e aos sábados, das 8h às 12h. Mais informações sobre a utilização do PEV pelo telefone 3379-7968 ou 3379-7946, das 8h às 17 horas.

NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios