Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, informou que os prejuízos causados pela forte chuva da segunda-feira (11) já somam cerca de R$ 36 milhões, de acordo com levantamento preliminar feito pelo município. O valor total, que não inclui os prejuízos sofridos pela iniciativa privada, poderá chegar a R$ 50 milhões, mas a confirmação deverá ser feita após o relatório final que deve ser apresentado no começo da próxima semana.

Kireeff se pronunciou na manhã desta quinta-feira (14), durante entrevista coletiva concedida após sobrevoar a cidade de helicóptero, acompanhado do governador Beto Richa, para checar pontos mais atingidos pelas chuvas.  “Fizemos um breve relato ao governador a respeito de dados já levantados. Vamos, agora, iniciar tratativas no sentido de buscar uma parceria com o governo estadual, para que recursos possam ser aportados ao município. Com isso, poderemos ter mais agilidade na reação e readequação de todos os estragos”, disse.

Kireeff lembrou que foram 19 pontes destruídas pelas chuvas, além de 400 quilômetros de estradas rurais completamente devastados e muitos prejuízos no patrimônio urbano. Segundo o prefeito, as equipes da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação já tomaram diversas providências na área urbana desde quarta-feira (13), realizando muitos consertos e adequações em vias públicas. “Acredito que as desobstruções em funções de deslizamentos já tenham sido totalmente finalizadas”, disse.

Na área rural, Kireeff informou que as equipes da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento também estão trabalhando desde a última quarta-feira (13). “Queremos garantir o acesso de toda a população à sede do município o mais breve possível”, frisou.

Durante coletiva de imprensa, o governador Beto Richa informou que os dados preliminares apontam que os prejuízos causados em pelo menos 44 cidades paranaenses já somam cerca de R$ 100 milhões. “Nossa prioridade são as situações emergenciais. Por isso, serão disponibilizados recursos para os municípios que decretaram e foi reconhecido Estado de Emergência e de Calamidade”, disse o governador.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios