Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A primavera começa hoje às 11h21. Nesta estação, que vai até 7h44 de 21 de dezembro, aumenta a radiação solar no Hemisfério Sul, o que deixa a atmosfera mais aquecida. A estação caracteriza-se pelo reflorescimento de várias plantas cuja função é dar início à reprodução de espécies vegetais.

"No Paraná a primavera é tipicamente marcada pelo gradativo aumento das temperaturas com pancadas de chuvas, que se tornam mais frequentes na passagem da tarde para a noite", explica o meteorologista do Simepar – Sistema Meteorológico do Paraná, Cezar Duquia. No decorrer da estação, aumenta a frequência da formação de sistemas convectivos, que são núcleos de nuvens organizados ou não. "Muitas vezes esse fenômeno meteorológico dá origem a tempestades severas numa área que se estende entre o sul do Mato Grosso do Sul, Paraguai, oeste de São Paulo e norte da Argentina", observa Duquia.

Impulsionada pelo aumento gradual das temperaturas, essa condição contribui significativamente para que ocorram mais chuvas no Paraná, gerando muitas tempestades com raios. Segundo o meteorologista, no primeiro mês, as massas de ar frio ainda podem incursionar sobre os estados do sul do país, mas devem ser passageiras e de intensidade menor em relação às ocorridas no inverno.

LA NIÑA - O monitoramento da atmosfera indica que deve cessar a tendência de diminuição das temperaturas, condição para o fenômeno climático La Niña. "Essa situação deve manter-se mais ou menos constante em toda a primavera até o início do próximo ano, quando deve voltar o aquecimento da temperatura da superfície do mar, segundo simulações que permitem concluir pela neutralidade do fenômeno El Niño", afirma Duquia.

No entanto, a ocorrência de chuvas deve variar conforme a região devido às diferentes características dos principais sistemas meteorológicos causadores de precipitações. No noroeste e em parte do norte do Paraná, deve ficar ligeiramente abaixo dos totais médios no trimestre outubro-novembro-dezembro. Já no leste e em parte do sudeste deve apresentar-se acima da normal.

DEFESA CIVIL – A primavera é o momento adequado para que os municípios atualizem seus planos de contingência para o verão por meio de uma ferramenta on line disponibilizada pela Defesa Civil do Governo do Paraná. Medidas preventivas reduzem os riscos de impacto das tempestades de raios. 

Este ano o Simepar passou a contar com novas funcionalidades do Sipper – Sistema de Previsão Probabilística de Eventos de Raios, que permite o monitoramento das descargas atmosféricas nas últimas três horas e a previsão para a hora seguinte. Todo o processo é visualizado e analisado em tempo real pelos meteorologistas em ambiente tecnológico de alto desempenho.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.