Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Gabriela Siqueira/Ascom/Sema
 
A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos está fazendo a revisão da Resolução 602008, que estabelece critérios para a pesca amadora e profissional no litoral paranaense. O Grupo de Trabalho da Pesca esteve reunido na terça-feira (24) para a quinta a rodada dos debates, que vão culminar em uma nova minuta de resolução.
 
"O nosso objetivo ao atualizar o texto é garantir que a resolução seja coerente com o dia a dia dos pescadores", explica o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida.
 
Coordenado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente, o Grupo de Trabalho da Pesca foi criado em março deste ano e tem um prazo de seis meses para concluir os trabalhos. Ele é formado por representantes de colônias de pescadores, Liga Esportiva de Pesca, Federação dos Pescadores do Paraná, Secretaria Estadual da Educação, Emater, Ministério da Pesca e empresários do ramo.
 
O foco das discussões é a região da Baía de Guaratuba, escolhida como área piloto. Estão sendo reavaliadas questões como uso de redes, espinhel, iluminação artificial e aparelhos de respiração, além dos locais proibidos e permitidos para a pesca.
 
"Todas as sugestões de atualização estão sendo feitas em conformidade com a Lei Nacional da Pesca, com as portarias do Ibama e demais documentos que norteiam os critérios para a pesca no Brasil", lembra o secretário executivo do Conselho Estadual de Meio Ambiente, João Batista, que intermediou a reunião desta terça-feira.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.