Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema) vai incentivar a implementação da Agenda 21 em todos os municípios do Paraná. Esta é uma das principais propostas que integram o plano de ação para 2011, apresentado durante a primeira reunião extraordinária do Fórum Permanente da Agenda 21 deste ano. De acordo com o secretário Jonel Iurk, a Sema, por meio da coordenação da Agenda 21 Paraná, buscará parcerias com os conselhos municipais de Meio Ambiente e Associação dos Municípios do Paraná para o fortalecimento das ações.

Também fazemparte do plano de ação para este ano o fortalecimento do Fórum Permanente da Agenda 21 Paraná, o resgate das ações realizadas pelos diversos setores e incentivo a boas práticas ambientais, entre outras. Já estão sendo planejados eventos, entre os quais um ato ecumênico junto à CNBB/Campanha da Fraternidade, a criação de um workshop com o tema “Preparando o Paraná para o Rio+20”, e a realização da plenária do fórum durante a Semana do Meio Ambiente, em junho.

Na reunião também foi discutida a retomada de parcerias com instituições de ensino superior, empresas e ONGs que participaram de projetos da Agenda 21, para divulgar as iniciativas bem sucedidas e estudar novos projetos. Houve ainda uma apresentação do grupo Rio+20 – encontro da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que será realizado em 2012 no Rio de Janeiro.

Coordenação

No evento foi apresentada a nova coordenadora de ações da Agenda 21 Paraná, a psicóloga Rosana Vicente Gnipper. “Temos um planejamento a ser cumprido que envolve diversas ações, entre elas o fortalecimento do Fórum, o qual considero importante”, afirmou Rosana. Ela lembrou que o Fórum conta com a participação de diversos segmentos da sociedade. “Vamos priorizar o diálogo e as decisões em conjunto”. 

O encontro do Fórum foi realizado na Secretaria do Meio Ambiente e contou com a presença do presidente do Instituto das Águas do Paraná, Márcio Nunes, e do presidente do Instituto de Terras, Cartografia e Geociências, Amílcar Cavalcante Cabral. Também participaram representantes de movimentos sociais, secretarias estaduais, universidades, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho Regional de Engenharia, Agricultura e Agronomia (CREA) e da Itaipu Binacional.

(Ceres T. Battistelli/Asimp)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios