Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou o compromisso da indústria paranaense no combate ao aquecimento global com a entrega de 71 certificados pelo Governo do Paraná ontem, 7, a empresas que apresentaram relatório de emissão de GEE (Gases de Efeito Estufa). Três das empresas são das cidades representadas por Romanelli na Assembleia Legislativa: Carambeí, nos Campos Gerais; Primeiro de Maio, no Norte; e Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro.

“São 71 empresas que passaram a medir, divulgar e reduzir a emissão de carbono para combater as mudanças climáticas. São merecedoras desse prêmio porque têm compromisso com um mundo melhor, com a sustentabilidade e a qualidade de vida”, disse Romanelli.

Neste ano, o programa de certificação, realizado em parceria entre a Federação das Indústrias do Paraná e a Secretaria Estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, ampliou a participação para empresas de 66 cidades paranaenses.

A diretora-geral da Sedest, Fabiana Campos, explica que o selo reconhece as empresas comprometidas com a sustentabilidade ambiental em três categorias: original, ouro e ouro plus. “Somente na categoria ouro plus foram quase 39 mil toneladas de gases de efeito estufa a menos lançadas no meio ambiente, redução equivalente ao sequestro anual de carbono de 7.500 hectares de floresta, ou cerca de 10 mil campos de futebol”.

Categorias

O selo na categoria “original” é entregue a empresas que apresentam inventário simplificado das emissões de carbono.

A categoria “ouro”, certifica as empresas que apresentam inventários completos, que devem ser auditados por terceira parte independente, acreditada pelo Inmetro e seguindo os ditames das normas técnicas ABNT-ISO.

Já a categoria “ouro plus” é entregue àquelas que apresentam inventários completos, auditados por terceira parte independente, e que comprovem redução das emissões em índice compatível com as metas do Brasil no Acordo de Paris.

A SLB do Brasil Projetos Florestais, de Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro, é uma das empresas a receber o selo “ouro plus”.

A Fundição e Metalúrgica Tiger, de Primeiro de Maio, no Norte do Estado, e a Vigor Indústria de Óleos e Proteínas, de Carambeí, nos Campos Gerais, também serão certificadas com o Selo Clima Paraná.

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.