Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A medida, que conta com apoio do Consemma e da Reciclanip, busca garantir a destinação correta para os pneus descartados na cidade

A Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA), em parceria com o Conselho Municipal do Meio Ambiente (CONSEMMA) e a Reciclanip, órgão da Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip), irá realizar, no dia 7 de fevereiro, das 8 às 18 horas, uma campanha para recebimento de pneus usados. A medida tem como objetivo garantir que a comunidade faça a destinação correta dos itens, como determina a Resolução 416/2009, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

Poderão aderir à campanha distribuidores, revendedores e consumidores finais de pneus. A única exigência é que o produto não seja voltado para equipamentos agrícolas, como tratores. Ou seja, serão aceitos pneus inservíveis, em qualquer condição de uso, desde que sejam para veículos de passeio, ônibus, SUV, caminhonetes, motocicleta e outros.

A iniciativa foi estabelecida durante reunião que ocorreu nesta semana, com representantes da SEMA, Consemma e Reciclanip. Atualmente, o descarte regular de pneus deste tipo é feito em um barracão privado, e que demanda custo para o descartante. O volume mensal de pneus acolhidos pelo bacarrão é de 130 toneladas, em média. E mesmo com o ponto para logística reversa, localizado na Rua Dolores Peralta, 68-B, no Parque Waldemar Hauer, ações de limpeza promovidas pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde e CMTU, acabam recolhendo diversos pneus jogados indevidamente em áreas públicas, terrenos baldios, fundos de vale e outros.
Com a campanha de arrecadação, que terá como ponto de coleta o estacionamento da SEMA, a expectativa é mensurar de maneira mais precisa quem são os geradores desse resíduo, e qual o volume existente em Londrina. A sede da SEMA fica localizada na Rua da Natureza, 155, no Jardim Piza, nas dependências do Parque Municipal Arthur Thomas, e os pneus poderão ser entregues sem nenhum custo.

A geógrafa da Assessoria de Resíduos Sólidos da SEMA, Mariza Pissinati, adiantou que a campanha poderá ter continuidade no município. “Vamos analisar os resultados dessa primeira edição, para verificar a viabilidade de um calendário com novas ações de recolhimento, que atenda à demanda existente em Londrina. Sabemos que nem todos os consumidores ou borracheiros fazem a destinação correta dos pneus, e essa ação é necessária para evitar os problemas que isso pode acarretar, que vão desde poluição até o acúmulo de água, o que permite a proliferação do Aedes aegypti”, citou.

Os pneus que são recolhidos pela logística reversa podem ser reaproveitados de diversas formas. Atualmente, o principal destino é como material energético para fornos de indústrias cimenteiras.
Juliana Gonçalves/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios