Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, estará em Curitiba amanhã (25) para a abertura da Semana Nacional da Mata Atlântica, que pela primeira vez será realizada no Paraná, reunindo técnicos e representantes de instituições que trabalham pela recuperação do bioma em todo o País.

O evento acontece até o dia 27 de maio no Canal da Música e é uma iniciativa da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná (Sema), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Rede de Organizações Não Governamentais (ONGs) da Mata Atlântica. 

“É muito importante para o Paraná sediar um evento como este, que tem como principal objetivo fortalecer a articulação entre governo federal, estadual, municípios, iniciativa privada e sociedade civil”, disse o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Jonel Iurk. 

Durante a Semana da Mata Atlântica serão discutidas políticas públicas de conservação e recuperação do ecossistema, entre as quais a reforma do Código Florestal e programas de pagamento por serviços ambientais, que preveem compensar aqueles que preservam. Também serão debatidos a regularização ambiental de atividades rurais, planos municipais de conservação e recuperação da Mata Atlântica e a implementação da Legislação para Conservação da Mata Atlântica. 

Oficinas temáticas paralelas sobre economia verde, mudanças climáticas e áreas de risco também terão inscrições abertas ao público. Outra atração é a Feira ‘Experiências e Iniciativas de Conservação da Mata Atlântica’.
A programação é alusiva ao o Ano Internacional das Florestas, 20 anos da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) e 40 anos do programa “Homem e Biosfera” da Unesco – Man and the Biosphere (MAB).
“No Brasil restam apenas 7% de remanescentes de Floresta Atlântica, sendo que no Paraná o índice é de 3,2%. Esperamos discutir propostas para reverter estes dados, bem como iniciativas que evitem o avanço do desmatamento das áreas de Mata Atlântica que ainda restam”, afirma o organizador do evento e coordenador de educação ambiental da Secretaria do Meio Ambiente, Paulo Roberto Castella. 

Abertura

A abertura da Semana da Mata Atlântica acontece às 10h, com a presença da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, outras autoridades e representantes de organizações não governamentais. Em seguida, às 11h, acontece o debate “Políticas públicas pela conservação e recuperação da Mata Atlântica, no âmbito federal, estadual e municipal”, com o diretor do Departamento de Florestas do Ministério do Meio Ambiente, João de Deus Medeiros; o secretário do Meio Ambiente do Paraná, Jonel Iurk, além de representantes de organizações não governamentais (mais detalhes na programação em anexo).

Semana

A Semana Nacional da Mata Atlântica foi instituída para valorizar o segundo bioma mais ameaçado de extinção do planeta: a Mata Atlântica. Além de ser considerada patrimônio nacional pela Constituição Federal de 1988, em 21 de setembro de 1999 um decreto presidencial instituiu o dia 27 de maio como Dia da Mata Atlântica. Isto porque em 27 de maio de 1560 o Padre Anchieta assinou a "Carta de São Vicente”, na qual descreveu a biodiversidade das florestas tropicais. 

Desde o ano 2000 o evento é realizado a cada ano em uma cidade onde há ocorrência do bioma. Nessa data, governos e organizações que atuam em defesa do bioma chamam a atenção para a importância da população se engajar em ações de recuperação e preservação da Mata Atlântica. 

Mata Atlântica

A Mata Atlântica é uma das ecorregiões mais ricas do mundo em biodiversidade, possuindo importância vital para 120 milhões de brasileiros espalhados entre 17 estados, do Ceará ao Rio Grande do Sul. As áreas naturais de Mata Atlântica regulam o fluxo dos mananciais hídricos, asseguram a fertilidade do solo, controlam o equilíbrio climático e protegem as encostas, além de preservar patrimônios históricos e culturais vastíssimos.

(Asimp/Sema)

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios