Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Para responder ao impacto ambiental gerado pelas atividades do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), a empresa fez um levantamento e descobriu que quase 90% das emissões de gases do efeito estufa são referentes ao consumo de energia elétrica. Por outro lado, a instituição adota medidas para mitigar essas interferências no meio ambiente, como produzir 0,5% da energia elétrica consumida – o plano agora é ampliar a produção de energia limpa.

O Tecpar fez seu Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE), documento que contabiliza as emissões de todos os gases do efeito estufa emitidos pelo instituto ao longo de 2016. “Com o relatório, baseado no Protocolo de Kyoto, a empresa passa a contabilizar e informar de forma transparente as suas emissões para poder, assim, desenvolver ações focadas em minimizar o impacto ambiental gerado pela organização”, explica o diretor de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do instituto, Reginaldo Joaquim de Souza.

O documento mostra que, além do consumo de energia elétrica, outras emissões são de combustão estacionária - como a queima de combustíveis usados em equipamentos como caldeiras, por exemplo - e móvel, como as emissões de veículos. O inventário agora vai ser protocolado na Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, como parte do Registro Estadual Público de Emissões, da Política de Mudanças Climáticas.

A plataforma de energias inteligentes do programa Smart Energy Paraná, cuja secretaria executiva está a cargo do Tecpar, reúne painéis de energia solar, um gerador de energia eólica e uma estação solarimétrica. Ao longo de 2016, essa plataforma, já integrada à rede do instituto e também ao Sistema de Organização Nacional de Dados Ambientais (Sonda), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), produziu cerca de 0,5% de toda energia consumida pela empresa. 

"É um primeiro passo. Agora planejamos ampliar nosso parque de energias renováveis para, com o passar do tempo, aumentar a participação de energia limpa no consumo da empresa”, salienta Souza.

No Smart Energy Paraná, o Tecpar homologa as diferentes tecnologias disponíveis no mercado para apresentar à sociedade as tecnologias já testadas pelo instituto, com geração de dados e capacitação de mão de obra local para atrair investimentos nesta área para o Paraná.

COMPENSAÇÃO AMBIENTAL - Uma das obras mitigatórias de impacto ambiental foi a revitalização do lago do campus CIC do Tecpar, que deu origem ao Espaço Futuro. A revitalização foi necessária porque o lago antigo recebia uma ligação externa de esgoto e, por essa razão, foi assoreado e se tornou um ambiente impróprio para a fauna local. Com a melhoria, a água do lago tornou-se própria de de novo para ser a casa de animais silvestres.

Em relação à comunidade vizinha, na Cidade Industrial de Curitiba, o novo lago do Espaço Futuro cumpre ainda o papel de reservatórios d'água, ajudando na contenção de água das chuvas e funcionando como tanques-pulmão. A revitalização duplicou a capacidade de armazenamento e colaborou, dessa forma, com a minimização de inundações nas imediações.

O Plano Diretor do campus CIC prevê ainda a implantação de um Corredor Ecológico, que vai se tornar outra área de preservação ambiental no campus. O corredor funcionará como um parque linear, com 20 metros de largura, e vai contornar o instituto, por dentro, integrado a uma pista de caminhada.

A tecnologia é outra grande aliada para minimizar o impacto ambiental do instituto. Para evitar impressões desnecessárias e, consequentemente, o uso de papel, o Tecpar forneceu seu Inventário de Gases de Efeito Estufa a partir de Código QR, um código de barras bidimensional que é escaneado por smartphones e convertido no documento. “Assim, a informação fica mais transparente e acessível”, diz o diretor de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Tecpar.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.