Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Bem ou mal, concordando ou não, a hora é de torcer. Cada um com seu ritual. Uns pedem a Deus. Outros rezam para outra direção. Alguns não lavam a meia, cueca, camisa, não tomam banho...cada louco com sua mania. Mas vale. É hora de torcer para o sexto título mundial.

É bem verdade que a convocação não empolgou, porém, é o que temos. A fase de discutir, de discordar já passou. É tempo de uma grande corrente para frente, de ufanismo e nacionalismo puro. O futebol desperta o patriotismo, é impressionante. O Brasil fica parado para acompanhar os jogos, se enfeita de verde e amarelo para torcer. Temos condições para conquistar a taça? Sim. E de sobra.

Ninguém pode negar de que o trabalho vem sendo desempenhado de modo vencedor. Dunga só não ganhou o ouro na Olimpíada. De resto ganhou tudo. A discussão é: o Brasil vence, contudo, não convence. Futebol é mais empolgante quando ganha ou quando ganha e dá espetáculo? O objetivo final é alcançado, mas da nossa seleção sempre se espera um show de bola.

O Brasil tem um futebol consistente, forte na marcação e que faz muitos gols no contra-ataque. Antigamente, o Brasil ditava o ritmo do jogo com habilidade. Perdia por erros, falhas bobas mesmo, ou quando individualmente alguém do time adversário desequilibrava. Hoje os tempos são outros. Mas quem pode bater o time tupiniquim? Candidatos não faltam. As tradicionais Itália, Alemanha e Argentina sempre são favoritas. Espanha, Holanda e França buscam afirmação. E Copa sempre tem uma zebrinha que vai até as quartas-de-final.

Só que para ganhar do time de Dunga, o oponente vai ter que jogar mais do que normalmente faz. É um time frio, bem entrosado e que desempenha uma boa marcação. Mesmo não tendo suplentes a altura, o Brasil é o maior favorito para levar o caneco. A CBF, prudente e querendo evitar os erros na preparação para a Copa de 2006, vetou a super exposição e quer seriedade nos trabalhos. Os jogadores terão liberdade nas folgas, mas serão exigidos nos treinos. Isso gera disciplina. Não ganha jogo, mas ajuda bastante. Estamos no caminho certo e particularmente, estou confiante no título, pois não vejo nenhum bicho papão. O maior adversário do Brasil é o próprio Brasil.

Você pode acompanhar a Copa do Mundo na Rádio Brasil Sul 1290 AM ou na internet: www.radiobrasilsul.com.br . Estarei na África do Sul ao lado dos narradores Vanderlei Rodrigues e Odair José e dos repórteres Cleber Pontes e Ted Perez, mais nossa equipe aqui no Brasil. Um trabalho árduo, mas com a benção de Deus, muito efetivo. A Brasil Sul terá 80 rádios em rede de 11 estados brasileiros. Acompanhe os jogos no radinho. Vamos transmitir 46 partidas. Participe, opine, dê sugestões e vamos todos rumo ao hexa, se Deus assim permitir!

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios