Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O futebol está mais defensivo. Sobretudo o brasileiro. Quando acabar a Copa do Mundo Fifa e voltarmos a nossa realidade, teremos uma supresinha desagradável: um festival de jogos feios e 0x0 de cá, 1x0 para lá e assim por diante. Falta beleza nos jogos. Drible, improviso e jogadas bonitas, só no passado.

Duvida? Se não, vejamos. Estamos vivendo uma série crise de goleadores, de bons atacantes, de camisas 9 que resolvem. Centroavante reserva da Copa de 2010. Lembra? Pense aí. Mais um pouquinho. Luis Fabiano titular. Robinho o seu parceiro e Nilmar suplente de Robinho. Pois é. O nove reserva foi o Grafite. Em 2014, o reserva de Fred é o Jô. De chorar, não.

Artilheiro do último Brasileirão: Éderson do Atlético-PR com 21 gols. Hernane do Mengão e Dinei do Vitória fizeram 16. Fernandão do Bahia 15. Willian da Ponte Preta e Gilberto da Portuguesa marcaram 14. Você contrataria algum deles para o seu time? Merecem vaga na Seleção? Tudo por conta dos esquemas táticos defensivos ao extremo. É um tal de lateral ser acompanhado pelo atacante, de 4-2-3-1 para cá, time sem centroavante para lá... Por isso que goleada é uma palavra pouco utilizada no futebol brasileiro e quando ocorre é motivo de discussão para muitos dias e demissão para os perdedores.

Antigamente o esquema era o WM. Ou na numeralha atual 3-2-5. Isso mesmo, CINCO ATACANTES. Repetindo, ATACANTES. Todos em busca do gol. Afinal, qual o motivo do futebol durante um jogo? Pois é. Comece a prestar atenção no seu clube, se o seu treinador escala dois, três, um ou nenhum atacante e quantos defensores e volantes começam jogando. Hoje não se contrata pelo talento. Se busca preparo físico e passaporte estrangeiro. Futebol virou negócio. De cifras estratosféricas. Mas de qualidade, pelo menos dentro da realidade local do Brasil, bastante duvidosa. De quem é a culpa? Treinadores, dirigentes, empresários.... Só sei que o torcedor é vítima e precisa acionar o PROCON! Ao ataque!
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios