Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Papo de Esporte 10/09/2014  08h39

Cadê a torcida?

Definitivamente futebol não é uma ciência. É de verdade uma caixinha de surpresas. Para o Londrina Esporte Clube, no tocante ao público na Série D, tem sido uma surpresa bem desagradável. Eu não consigo conceber por qual motivo alguns torcedores abandonaram o Tubarão. O time é Campeão Paranaense, está invicto no certame, só perdeu para o Santos depois da pausa da Copa do Mundo e a média de público do clube é inversamente proporcional a boa fase dentro de campo.

Do time do estadual, alguns saíram, contudo vieram reforços que melhoraram o time e deixaram o plantel mais forte, com boas opções de banco. Ou seja, o Tubarão está ainda mais qualificado. Os ingressos estão mais acessíveis do que no primeiro semestre e ainda assim a média de público está abaixo de quatro mil.

Claro que de um modo geral, as médias nas Séries A, B, C e D estão em patamares ruins, porém, depois de tudo o que o LEC vivenciou, é inaceitável e incompreensível a redução de público, visto que deveria haver um fenômeno inverso, de mais torcedores no campo, mais empolgação na cidade, mais entusiasmo, mais sócios torcedores, mais, mais, mais e mais. E não menos.

Querer o Londrina na Série A, todos querem. Cobrar do gestor um time bom, todos fazem. Mas e ajudar? Ir ao Café na Quarta Divisão é o que temos para agora. Para chegar na Série B, tem que subir na D e na C. Infelizmente, é por essas e outras que chegamos a triste conclusão de que o Tubarão tem, de fato, cerca de 2.500 torcedores fiéis, falangeiros, na curva das sociais, nas cativas e só. Os outros são torcedores de ocasião. Uma pena!

Guilherme Lima 
Coordenador de Esportes Rádio Brasil Sul 1290 AM
Jornalista   Mtb 8.940 PR
Londrina - PR
twitter: @lima_guilherme

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios