Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Papo de Esporte 15/11/2013  07h32

Eu quero ver gol!

Como está chato assistir futebol no Brasil. É um tal de 0x0 para cá, 1x0, 1x1 que dá medo! Se valoriza mais o empate do que a vitória! É o reino da mediocridade imperando no país do futebol. Nas últimas rodadas foi um festival de jogos feios que deu dó. E se na elite está assim, baixando as divisões a qualidade se vai, a técnica inexiste e a força física predomina.

Vários fatores justificam o pobre futebol. Primeiro. Hoje não se contrata pelo talento, mas sim pela altura e se tem perspectiva de ter passaporte europeu. O jogador tipo exportação não é o bom, mas sim aquele que tem perfil para jogar lá fora. Sendo alto, minimamente técnico e sabendo fazer duas ou mais funções táticas, vale uma fortuna. O drible, o improviso, o talento ficam relegados a um outro plano.
 
Segundo. A marcação começando na saída de bola faz muito atacante virar meia, volante e até lateral, como é o caso do Jorge Henrique do Inter e do Leandro do Palmeiras. Eles são ATACANTES e para isso, precisam jogar na FRENTE. Ajudar na marcação, cercando, dandos uns botes até vá lá, agora me irrita esse negócio de atacante acompanhar lateral e outras funções táticas. Atacante "ataca" e faz gol. O resto é agregado.
 
Terceiro. Embolou tudo! Não se fazem mais laterais apoiadores como antigamente. Os ponteiros de outrora foram recuados e hoje são alas ou defensores pelos lados. Com isso o jogo fica muito centralizado, enroscado pelo meio. Preso. Feio. Gol contra na tradição brasileira!
 
E poderia elencar outros fatores mas o espaço é reduzido. O Guardiola não reinventou o futebol. Só simplificou. Resgatou a essência que consagrou o Brasil e o futebol brasileiro. Precisamos resgatar o futebol bem jogado. Técnico e não exclusivamente tático. Não ao jeito defensivo e monótono. Ver jogo do Corinthians hoje é garantia de no máximo dois gols. Quando sai gol. Não existe 0x0 bem jogado. O negócio é um 3x2, 4x3 "meia boca". Futebol sem gol não é futebol. Menos marcação e mais talento. O futebol evoluiu taticamente mas a habilidade regrediu. Uma hora e meia de partida e não sair gol ou lance de perigo é um cataclisma da natureza. Menos futebol.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios