Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Papo de Esporte 06/09/2016  08h15

Tem solução?

A tradicional Portuguesa de Desportos está caminhando para o abismo a passos largos. Não consegue sair da Série A-2 de São Paulo e está bem perto de ser rebaixada para a Série D do Brasileiro. Se não bastasse isso, o tradicional Canindé vai a leilão dia sete de novembro, com lance mínimo de R$ 154 milhões, que seria usado para pagar somente as dívidas trabalhistas. Só em IPTU são mais de R$ 15 milhões em dívidas.

Seria o fim da linha do tradicional clube que revelou tantos craques e que teve outros tantos em campo: Djalma SantosJulinho BotelhoLeivinhaMarinho PeresEnéasRoberto Dinamite e Dener, só para citar alguns. Sem falar que Maradona quase foi comprado antes de ir para o Nápoli e Rivellino jogou 40 minutos num amistoso contra a Iugoslávia com a camisa rubro verde.

Sem falar em técnicos tradicionais como Otto Glória e Candinho, que chegaram a Seleção Brasileira e, claro, Zagallo. Mas tudo isso ficou no passado. Hoje o futebol nem de longe enche os olhos, a média de público é cada vez menor e o interesse da mídia é cada vez mais escasso.

Antigamente, várias rádios transmitiam e falavam sobre o clube, havia cobertura da TV e afins, contudo, atualmente, até uma Web Rádio que transmita as partidas da Lusa abortou a missão. Com pouca torcida, sem apoio, atolada em dívidas e sem perspectiva, a tendência é se apequenar cada dia mais. Uma pena!

Em Londrina conheço uns seis “abnegados” que torcem para a Portuguesa, mas que não conseguiram fazer sucessores na torcida. É uma pena ver um clube tão tradicional, com tanta história e simpatia estar definhando assim. Não merecia, mas é fruto de gestões desastrosas que transformaram a Barcelusa de 2011 em um quase Íbis em 2016. Tomara que consiga se manter na Série C e assim deixar acesa a chama da esperança. Caso contrário, as portas podem ser fechadas.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios