Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Papo de Esporte 17/02/2011  14h38

Vence o melhor

Impressionante ver o tanto de gente que achou zebra o Corinthians perder do Tolima e ser eliminado na Libertadores. Eu não. Creio que a classificação do time colombiano foi justa. Jogou melhor em São Paulo, segurou o empate e atuando em casa, fez valer o mando e se qualificou. Qual a surpresa? No futebol, na maioria (a grandiosa maioria) dos confrontos é vencida pelo mais forte. E foi o que ocorreu.

Comparar a história, a trajetória do Corinthians com a do time colombiano é covardia. Em termos de peso, de representatividade, o Timão está em Nova York e o Tolima na Cisjordânia. Agora, analisando os momentos dos 180 minutos jogados, o Deportes Tolima foi superior ao Coringão. Se colocasse uma camisa neutra no time brasileiro e outra neutra no aurirubro, vendo só pelo duelo, qualquer um falaria que o Tolima teve mais qualidade. Nisso até os corinthianos concordam. O que não pode é um time como o Corinthians entrar na Libertadores achando que por ser brasileiro já estaria classificado para a fase de grupos. Futebol é respeito. Jogado dentro das quatro linhas. E o Timão brincou com a sorte.

Perdeu Elias e trouxe Moradei. Willian se aposentou e veio Wallace. Liédson chegou para a fase de grupos??? da Libertadores. E para colaborar o Tite mostrou que é retranqueiro demais. Faltou planejamento. Faltou seriedade. Faltou comprometimento. Depois do fiasco Roberto Carlos abandonou o barco e aceitou uma proposta milionária da Rússia para jogar por time da região do Daguestão (pois é isso mesmo!). Vencido pelas lesões Ronaldo parou (uma baita pena!). Libertadores é coisa séria. Muito séria. O Grêmio pegou o valente Liverpool do Uruguai e fez a lição de casa.

A eliminação do clube paulista na fase de grupos acende o sinal de alerta para os clubes brasileiros na Libertadores. Não existe barbada, jogo fácil ou final brasileira sem luta, garra, dificuldades ou disposição. Tem que sujar o uniforme, pontuar fora de casa e de preferencia não tomar gol como mandante para ir adiante no certame. No papel, Fluminense, Santos e Internacional, nessa ordem, podem ganhar o título, visto que tem muita qualidade. Cruzeiro e Grêmio estão vacinados e sabem que, mesmo não tendo grandes elencos, podem chegar porque são acostumados com a Libertadores. A torcida é grande por um título brasileiro, porém não vai ser tão fácil quanto parece. Os times argentinos, mexicanos e alguma supresa da hora (LDU, Colo Colo, Cerro Portenho, Nacional-URU...) tem lenha para queimar. Faça a sua aposta, todavia tenha em mente, o melhor vai ganhar. Sendo considerado isso zebra ou não.

Guilherme Lima - Jornalista

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios