Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No Dia da Consciência Negra (20), o deputado estadual Cobra Repórter, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná, lembra que 75% das crianças e adolescentes mortos de forma violenta em 2019 eram negros!

O 14º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em outubro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostrou que o Brasil teve ao menos 4.971 crianças e adolescentes mortos de forma violenta no ano passado.

 “Os negros representam 75% das vítimas que tinham de 0 a 19 anos. Em todas as faixas etárias, o número de vítimas negras é maior que o número de vítimas brancas. As crianças negras relatam racismo e sonham com o fim do preconceito e nosso papel é ser agente da mudança”, destacou ele.

Os dados do Anuário são referentes a 21 estados, incluindo o Paraná. De acordo com a publicação, apesar de alguns casos pontuais gerarem comoção e ganharem repercussão, “estupros e mortes violentas intencionais de crianças e adolescentes no Brasil são fenômenos inaceitavelmente comuns e configuram problemas graves, que merecem atenção constante de cidadãos e autoridades”.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.