Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Principal evento do Estado voltado para pequenos e médios municípios abordará a construção de novos modelos de municípios inteligentes

Já estão abertas as inscrições para o 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais, marcado para os dias 24 e 25 de novembro na cidade canção e inteligente, Maringá. Principal evento do Estado voltado principalmente para pequenos e médios municípios, a iniciativa promovida pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Maringá, traz como slogan “Construindo novos modelos de municípios inteligentes”.

As inscrições são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo http://congresso.redecidadedigital.com.br/.

A programação do evento, segundo o diretor da RCD, José Marinho, contemplará temas como o uso da tecnologia na mobilidade urbana, meio ambiente, conectividade na zona rural e, principalmente, no fornecimento de subsídios às Prefeituras para o planejamento de modelos bem estruturados e adequados às necessidades para enquadramento a linhas de financiamento. “Não se faz uma cidade digital de uma hora para outra e, antes de qualquer ação, é preciso um planejamento eficiente”, acrescenta.

O Congresso é voltado para prefeitos, gestores, vereadores, empresários e demais interessados no uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no aprimoramento dos serviços públicos e na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Em 2015, o evento promovido em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, teve como tema central o uso da tecnologia na Educação e reuniu representantes de 140 diferentes municípios.

Com um cenário novo em 2017 e renovação a partir dos governos eleitos em outubro, o 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais será importante, na opinião do diretor da RCD, para aproximar prefeitos e vereadores das tecnologias capazes de transformar as localidades e impulsionar o desenvolvimento socioeconômico. “Será um evento estratégico para a definição de políticas públicas e ações nos municípios tendo como eixo principal a tecnologia. Não dá mais para prefeitos e vereadores ficarem na mesmice, nos mesmos discursos e não olharem a tecnologia como principal ferramenta de gestão para solucionar problemas que se arrastam por décadas”, afirma Marinho.

Fóruns Regionais

Ao longo de cada ano, a RCD foca na descentralização da informação, levando o tema e os impactos positivos do uso da tecnologia a gestores de pequenas localidades. No Estado, em parceria com Prefeituras e Associações de Municípios, foram realizados em 2016 fóruns regionais no Noroeste (Maringá), Campos Gerais (Ponta Grossa) e Sudoeste Paranaense (Pato Branco), reunindo representantes de 100 localidades ao todo.

Além do Paraná, ocorreram eventos semelhantes no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. No próximo dia 15 de setembro, será a vez da Região Metropolitana de Curitiba compartilhar experiências e soluções por meio da tecnologia. O Fórum da RMC, inclusive, será a última oportunidade, antes do Congresso, na UNICESUMAR, em Maringá, dos municípios tratarem regionalmente questões relacionadas à falta de conectividade e atraso tecnológico nas administrações públicas ligadas à Assomec.

O 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais conta com patrocínio master da ENW e SAJ Procuradorias, prata da Digistar Telecomunicações e apoio de associações de municípios do Paraná.

Asimp/RCD

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios