Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Atendimento presencial será retomado nas 216 agências do Estado, somente com agendamento prévio pela internet. Na Capital, unidade atende das 13h às 17h e nas demais cidades o horário será definido pelas administrações locais.

A partir de segunda-feira (01/06), as 216 Agências do Trabalhador do Paraná serão reabertas para atendimento de intermediação de mão de obra. A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho estabeleceu novas regras para o atendimento presencial, que ocorrerá somente com agendamento prévio pelo site http://www.justica.pr.gov.br/trabalho.

As novas medidas são para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. “Estamos reabrindo as agências e contamos com a colaboração de todos os trabalhadores para que as medidas sejam repassadas, cumpridas, e os cuidados sejam redobrados. O momento ainda é difícil, mas precisamos ajudar os trabalhadores mais necessitados”, explicou o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho.

Entre as novas regras para o atendimento presencial, a secretaria estadual e as prefeituras que possuem posto de atendimento do Sine deverão fornecer às Agências do Trabalhador Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para todos os servidores; disponibilizar álcool em gel 70%; conscientizar sobre distanciamento para evitar contato físico e direto entre os servidores e o público, restringindo também o acesso com a utilização de sistema de agendamento para atendimento. Também fica obrigatório o uso de máscara pela população para atendimento nas agências.

O horário de funcionamento dos postos de atendimento do Sine nos municípios segue as determinações das administrações municipais para o enfretamento da Covid-19. Na Capital, a Agência do Trabalhador Central de Curitiba seguirá com o horário de funcionamento normal, das 13h às 17h.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios